Pular para o conteúdo
Pesquisar
Close this search box.

Os chats vazados do ministro da saúde inglês e do ministro da saúde italiano revelam a manipulação da pandemia

Karina Michelin

Karina Michelin

Tudo em nome da política sob o manto da “Ciência”

O escândalo estourou no Reino Unido. Durante a emergência sanitária, os mais altos cargos do Estado tinham um único objetivo: alimentar a estratégia do terror. Isso foi admitido pelo próprio Matt Hancock, então ministro da saúde, que em uma chat de whastapp falou em “assustar todo mundo “.

Infelizmente, não se trata de um espontâneo mea culpa, nem de uma súbita percepção, porque as revelações vêm dos “arquivos de Lockdown” ( aqui ). São cerca de 100 mil mensagens de texto, datadas do período 2021-2022, atribuídas ao WhatsApp privado do ex- ministro da saúde Hancock e que estão agora nas mãos do jornal Telegraph.

Todas as conversas, de seus colaboradores próximos aos mais altos funcionários do estado, agora são de domínio público e contêm informações chocantes sobre o gerenciamento da pandemia. A destinatária original do material foi a jornalista Isabel Oakeshott, que escreveu a biografia de Hancock.

Matt Hancock e Isabel Oakeshott

Os pontos mais críticos são dois. As chocantes declarações sobre a estratégia do terror e a discussão sobre “quando distribuir a nova variante“.

No primeiro ponto, vemos uma conversa entre o ministro e Simon Case, então secretário de gabinete do Reino Unido, sobre lockdowns. Case sugeria que “medo” e “culpa” deveriam ser as principais armas a serem usadas na comunicação do governo. Tudo justificado pelo fato de ser necessário continuar com a política de lockdown, ou seja,  “todos trancados em casa”. Uma decisão autoritária que revelou-se mais mortal que o vírus.

O segundo ponto mostra ainda uma conversa entre Hancock e Damon Poole em 13 de dezembro 2020, mas desta vez sobre a variante Alpha. O ministro escreveu: “Assustamos a todos com a nova cepa” e Poole concordou, respondendo que “Sim, isso é o que terá uma mudança de comportamento adequado”. A chat com seu consultor de mídia é emblemática, onde Hancock pergunta “quando implantamos a nova variante“, Poole responde: “Estive pensando mais sobre isso e acho que precisamos ser mais cautelosos.”

Em 25 de janeiro de 2021, uma outra chat entre Hancock e Poole, revela nomes como Tedros Adhanom e Bill Gates:

Poole pergunta a Hancock: “Você falou com Tedros do nvap?“- Hancock responde que “sim, eu mandei uma mensagem”Poole continua: ” Sem promessas, mas estou tentando obter o endosso de Bill Gates na plataforma”. E aqui encontramos a frase choc de Hancock:

” Diga a ele ( Bill Gates ) considerar quantas pessoas eu consegui injetar seus chips, ele me deve uma….”

Matt Hancock – ex- ministro da saúde britânico

Por enquanto o jornal britânico The Telegraph ( aqui ), um dos mais antigos do mundo está esmiuçando as mais de 100 mil mensagens, porque parece que o melhor ainda está por vir. O ex-ministro da saúde condenou o vazamento como uma “traição”, apontando a investigação como uma operação “anti-lockdown”.

No Reino Unido os trabalhos da comissão independente que avaliará o trabalho do governo na gestão de emergências ( aqui ) estão prestes a começar. No entanto, ainda não foi declarado se a comissão levará ou não as mensagens em consideração para a investigação.

Enquanto isso no Itália, o ex- ministro da saúde Roberto Speranza e seu primeiro ministro na época Giuseppe Conte, e todo o Comitê Técnico Cientifico estão sob processo. Dezenove pessoas estão sendo acusadas de homicídio qualificado, homicídio múltiplo e recusa de documentos oficiais durante a gestão da pandemia. Um processo parlamentar foi iniciado para a constituição de uma Comissão de Inquérito para apurar a gestão da emergência sanitária decorrente da pandemia de Covid-19. ( aqui )

Mensagens de WhatsApp vazadas entre o ministro da saúde e seu comitê técnico científico, mostram a manipulação política diante de uma “pandemia” anunciada. 

Em 05 de março de 2020 o caos começa a reinar na Itália, e dentro do Ministério de saúde há uma corrida para rebater responsabilidades ( aqui ). O então ministro da saúde começa a jogar uma partida importante e as decisões tomadas revelaram-se totalmente políticas e não científicas – assim como ocorreu no Reino Unido. 

Quatro dias do início do caos, em 09 de março foi decretado Lockdown ( aqui ), fechamento total de regiões, até mesmo daquelas limítrofes, o que deveria durar 2 semanas, durou meses infindáveis de fechamentos e cerceamento das liberdades do cidadão ( aqui ). E aí vem a pergunta: Tudo isso foi feito com base científica, certo? – Não, errado! – Descobrimos que tudo não passou de decisões políticas, que custaram a vida de milhares de pessoas. 

A questão é clara: um entrelaçamento perverso entre a ciência e a política emerge da investigação conduzida pelo Ministério Publico de Bergamo sobre a gestão da primeira onde de COVID. ( aqui )

Não foram os especialistas que decidiram as diretrizes a serem tomadas, mas sim o governo de Giuseppe Conte e mais adiante o governo Mario Draghi

Enquanto isso, a população assistia em todas as mídias e canais de televisão, políticos e “especialistas” alinhados às ordens do governo – que tinham como dever de casa aterrorizar a população, reiterando como se fosse um mantra que “estavam seguindo os especialistas e sobretudo a ciência”, quando na verdade era exatamente o oposto. E aqui, mostro as evidências.

Em várias ocasiões, o ministro da saúde Speranza, acordou com Silvio Brusaferro, presidente do Instituto Superior de Saúde, inúmeras decisões e ações. Que comprovam a mistura perversa entre a política e a famosa “ciência”.

Em uma chat, o ministro da saúde escreve a Brusaferro que “as escolas devem ser fechadas, e que ele estava cada vez mais convencido.

O médico Brusaferro responde que achava melhor aprofundar os cenários e pergunta se o ministro gostaria de colocar na agenda para ser discutido como ordem do dia. 

O ministro responde que no dia seguinte eles fariam o plano de ação nacional e o fechamento das escolas também seria inserido. Brusaferro responde dizendo que eles não tinham o parecer do Comitê Técnico Científico e que sobretudo a opinião científica não era homogênea sobre essa decisão. 

No dia seguinte a conversa continua com o mesmo tom ( aqui ). Silvio Brusaferro escreve ao ministro da saúde (que não é médico) – avisando que em relação ao fechamento das escolas o Comitê Técnico Cientifico é crítico. Roberto Speranza responde : “ Assim você nos destrói”. Brusaferro rebate: “ Eu sondei, ainda temos que começar”. Neste ponto o médico deixa claro que para tomar essa decisão precisaria analisar e aprofundar o cenário de forma mais responsável, mas o ministro da saúde o pressionou e respondeu: “ Não temos tempo. O país está sem respirar. Não podemos dar sinal de incerteza, caso contrário toda a credibilidade será perdida”. 

Nesse mesmo dia foi publicado um artigo no jornal La Repubblica ( aqui ), que revela o conteúdo da conversa sobre o fechamento das escolas.

A comissão técnica científica nomeada pela Proteção Civil, com peritos do Ministério da Saúde, do Instituto Superior de Saúde e do Conselho Superior de Saúde, não gostou da ideia do encerramento das escolas. Os especialistas em saúde, questionados hoje pelo governo sobre a suspensão de dez dias das aulas do jardim de infância à universidade, apontaram, de fato, que há evidências científicas limitadas sobre a eficácia de tal medida.”

De fato não existia 1 dado que apontasse para a capacidade de redução da circulação do vírus. 

Quando o Ministro da saúde lê esse artigo ele volta a falar com Brusaferro, dizendo que o médico precisava dar uma declaração seca. Porque ele, como ministro da saúde, havia optado pela linha máxima de precaução além de estar sendo pressionado pelos ministros. 

Brusaferro responde com um texto para ser divulgado com a aprovação do ministro: “ As medidas do decreto de lei vão no sentido de uma forte contenção e abrandamento da propagação da infecção por coronavirus. O forte aliado para combater a infecção será o comportamento comum do cidadão”.

Speranza diz que o texto é excelente. Mesmo sem dados científicos, Brusaferro responde a Speranza frustrado e sem alternativa: 

Tudo bem, já estou enviando as agências competentes. Eu tenho que te dizer que isso é mais estressante do que administrar a pandemia. A essa altura será o parecer do comitê técnico científico que vazou para o jornal Repubblica”.

Speranza concorda com a trama e acrescenta que isso seria algo sério, porque era algo secreto. Brusaferro, escreve que : “ Amanhã teremos de pensar em ilustrar como o parecer contem princípios e elementos de literatura e modelização, deixando as escolhas ao Conselho de Ministros”. 

E assim foi feito, o mesmo ministro Speranza foi quem decidiu a linha de sacrifícios, fechando escolas, impedindo funerais, obrigando o uso de máscaras inúteis para a sociedade, usando seu poder para ditar regras autoritárias, sem bases científicas, mudando definitivamente as vidas de milhões de pessoas.

As trocas entre políticos e cientistas não dizem respeito apenas a Speranza e Brussafero, mas também a outros especialistas e virologistas que aceitaram sem nenhum pudor em fazer parte desta trama.

O Reino Unido e a Itália abriram a caixa de pandora, e estão mostrando em detalhes como a pandemia foi gerenciada entre a mídia e a política. Todos eles repetiam a frase “ A ciência decide”, quando na verdade eram eles que dirigiam os cientistas. 

Gostou do conteúdo? Compartilhe:

18 comentários em “Os chats vazados do ministro da saúde inglês e do ministro da saúde italiano revelam a manipulação da pandemia”

  1. Pingback: Os chats vazados do ministro da saúde inglês e do ministro da saúde italiano revelam a manipulação da pandemia

    1. O ESTADO É UMA ORGANIZAÇÃO CRIMINOSA, relativiza sua venalidade garantindo que pessoas entendam a coisa de forma personal, ou seja, façam como vc, só vejam os bandidos personalistamente e não sistemicamente, como tem que ser, não existe agente público que não seja vilão, pois TODOS são partes da arma que mata!
      Entender isso e tomar as deviadas providencias são a únoica forma de debelarmos o que está por vir, e só na matança se elimina o mal, pois o mal vivo fará sempre o que sabe fazer, maldades!

  2. Ô manera mané manera….

    Você só está na prisão governamental se a sua mente lá estiver. Você só está na mão da politicalha desgovernada se você assim entender e quiser.

    1. Sempre Mané, esse papo de gnóstico de iutoba só emplaca para manés!
      Invocar propostas búdicas sem qualidades búdicas, torna-as bundicas!
      Vamos analisar a coisa, vc toma como medida, uma medida que com certeza está longe de ser alcançada.
      Isso é algo semelhante a ensinar a voar quem nunca teve asa e voou!
      Não preciso dizer onde vam acabar os tolos que tomam essa “guruzice” como algo a ser considerado, terminam esborraxado no chão ou então no xilindró como ficaram todas as mitológicas de frente de quarteis!
      A medida do desafio é equivalente à medida da estupidez, estúpidos primeiro têm que resolver O LABIRINTO DA ESTUPIDEZ, e quando sairem desse labirinto, aí sim, poderão buscar outro desafio, que SEMPRE SERÁ DIRETAMENTE PROPORCIONAL À NOSSA POTENCIA!
      Deixo uma citação budica mais pertinente ao momento: o extremo mal só pode ser combatido com o mal, e ambos gerarão o extremo mal, e sempre o extremo mal se faz extremo bem, é a regra básica da trina proposta existencialista dos bramanes, O extremo Shiva leva ao extremo Brahma, e o caminho entre ambos é a evolução, permanecia, desenvolvimento, Vishnu!
      Portanto, se já estamos no extremo mal, temos que impor a guerra total para invocarmos a criação de outro mundo!

  3. A questão é que nós demos poder a politicos ,juizes e pelo conhecimento as vezes duvidoso aos médicos.E ao dar poder ao ser humano,todos os debeis mentais que seguem a risca o que esses juizes,medicos e politicos falam acabam contaminando toda a sociedade ,pois esses mesmos debeis mentais acabam patrulhando aqueles que não são debeis mentais como ocorre ainda na questão das focinheiras.Quantas vezes pessoas sem as focinheiras foram recriminadas e até acusadas,denunciadas que não estavam usando a focinheira.Ou seja esses politicos,juizes e medicos acharam a forma ideal de nos manipular .Os debeis mentais viraram acusadores como aconteceu no comunismo
    Então se a coisa pegar teremos que ir contra as pessoas que são debeis mentais,as vezes dentro de nossa propria familia

    1. Exato, caro Gilberto.

      Pode apostar que o problema dos caguetas está até naquele seu primo que tem um Uno 1.997 e ja ficava com inveja do seu Palio 2.008 Fire.

      1. PÔ, os caguetas estão em quase todo canto, até naquela pessoa que sempre te tratou bem…
        A medida do alcaguete é a mesma do enfocinheirado vaticinado!
        Nem precisa ter o tal uno “modernão”, basta ter comido a dona que o gente boa queria ter comido!
        Ou pior, e mais sinistramente realista, o cagueta é aquele que percebe que vc tem mais saúde do que ele.

    2. Caro Gilberto, nós não demos poderes, a macacada entregou até a bunda aos governantes, vide existirem planos saúde, sus, mérdicos, remérdios, polícias, políticos, ESTUPRO DE ÓVULOS, anticoncepcional e outras lixeirices.
      Os debeis mentais são filhotes dos que não se creem debeis mentais, aqueles que nunca perceberam que eram de baixa qualidade e não poderiam NUNCA REPRODUZIR!
      Na hora que até para a perpetuação lixos precisam recorrer aos outros, é sinal que tais lixos teriam que ser executados, pois buscam sabotar o mundo com abominações que a própria natureza proibiu de nascer!
      Se fica evidente que os debeis mentais são a esmagadora maioria fica também evidente que os não debeis mentais são MUTANTES, seres fora da tortuosidade usual!
      E nessa situação somente o colapso do sistema poderá trazer bons resultados, portanto tenhamos em mente que SEM MATANÇA TOTAL NÃO EXISTE MAIS SOLUÇÃO!
      E sim, sua última frase está sendo bem clara sobre o que teremos que fazer.
      Só não entendi os “as vezes” onde cabia perfeitamente o sempre! 😀

  4. MARIA ANGELA COVRE DA SILVA

    Precisou ser muito tolo para cair nessa conversa, aqui não teve protocolo algum, em nenhum momento me enganaram. Só deixaram foi bem claro como é fácil conduzir uma boiada ao matadouro sem questionamentos.O povo perdeu foi a capacidade de raciocinar por si mesmo.Ficou bem claro que mais vale o raciocínio que um diploma na mão,tanta gente estudada,formada e sem atitude e inteligência. Só por Deus mesmo.

    1. Cara Maria Angela, esses nascidos lixos não vieram de ovos, vieram de lixos que preferiram a fornicação à melhora de si mesmos, e geraram esses lixos que pululam pelo mundo!
      Cada filhote de anticoncepcional nasceu viado, pois anticoncepcional é HORMÕNIO FEMININO< estrógeno e progesterona, e menino que nasce encharcado de hormônio feminino nunca será menino!
      Cada filhote de estupro de óvulo é um lixo em estado de arte, é a apoteose do que não presta, a própria natureza havia dito: ei, esse esmerdatozóide não pode ser perpetuado, e o óvulo sábio disse: lixo fica de fora!
      Mas a mulher com pegada mais messalinesca não se deixa esmorecer, e até estuprar o p´roprio óvulo estupra só para garantir lixos em estado total nascendo!
      E o gordo?
      O gordo é aquele dejeto que come mais do que precisa e faz menos do que deve!
      Ou seja, é uma espécie de ode a tudo o que não presta, e tais lixos têm regalias no mesmo ritmo que prejudicam a todos, ocupando dobrado ou triplicado todos os espaços, e claro, sem pagar dobrado ou triplicado!!
      Não há como dar certo sociedade que protege os que menos prestam!
      Isso é a mesma coisa que ter um prato com merda de um lado e um pouco de alimento do outro. E aí, o cabra não só não joga a merda fora, mas mistura com a comida para aumentar o volume na vontade de comer mais.
      Sem matança geral não tem solução!
      Até porque contar com bosta de deus, é pedir para os outros limparem nossas bundas!
      Aliás, se tudo está essa fossa é TUDO GRAÇAS A DEUS!!!

  5. Nós em grande maioria se viu obrigado por pessoas da própria família , a usar as focinheiras e injetar a dita cuja, só pra não ter distanciamento, e não existir a culpa de quem passou pra quem…FDP isso sim!!! Eu me fiz ao uso por obrigação, e nas ruas não usei , mas ainda vejo pessoas fazendo isso e antes eu me sentia a idiota por não usar, hoje vejo que não sou tão idiota assim.
    O que e deles está guardado , ô se tá.

    1. Pô, Ro!
      Vc aceitar regras impostas por idiotas e depois ficar revoltado porque aceitou??
      Não tem sentido, vc aceitou porque está no mesmo patamar dos bostas que te impuseram!
      Só existe uma solução, matança geral e a tal vaticina tá fazendo isso!!
      Paradoxal, não é mesmo?

    1. Taí, um comentário terrivel! 😀
      Se formos ler sob a ótica mais sadia é razão para boas gargalhadas, mas se olharmos pela ótica cristica é razão para dizermos amém e rezarmos para que a matança seja absoluta!

  6. Caros, o que acho pertinente observar é que o esquema SEMPRE personaliza os criminosos para o sistema sair incólume, e pior, encarregado de punir os bandisos forjados por ele próprio, o sistema!
    Ambos citados são JUDEUS, e curiosamente o sistema é JUDEU, e mais curioso ainda, a própria proposta internetica vigorante também é JUDIA, ou seja, eles quando são descobertos, entregam os bois de piranha, continuam controlando o sistema e punem os “criminosos” dentro de da ótica deles!
    Não foram esses dois lixos, ou o bill portões, o faucidade, o bourlas (olha só, que coincidência, todos são JUDEUS!!!) que foram culpados, foram TODOS, inclusive os lixos da base da pirãmide que se escudam em planos de saúde, em lixos mérdicos, em excrementos magnânimos que diziam que usar focinheira era algo solidário (só imbecis são solidários com imbecis, o sadio sabe que imbecil bom está morto) e protegia os lixos ao seu redor…
    O que não presta tem que ser exterminado, e se tudo, o sistema inteiro não presta, tem que ser exterminado, e só existe uma forma de fazê-lo, é com guerra total!
    Qualquer outra solução está há mais de 50 anosd atrás, agora é deletar o que está e fazer tudo de novo.
    Um prédio que já tem sua fundação mal feita NÃO PODE SER ERGUIDO, e se for, o que acontece é caca em efeito cascata, é lixeirice sistêmica, é a ceretza de que nada está seguro.
    Nossa sociedade foi fundada na viadagem e covardia, viadagem porque só viados se ajoleham para valete, ficam de 4 para valete, ou pior, veneram valetes em vez de venerar FÊMEAS!!!
    Se 95% de TODOS os seres vivos são femininos, se só a fêmea tem poder de reproduzir, vide o lixo deus ter estuiprado uma menina virgem para fazer o filhote salvador de merda dele, por que maldita razão a macacada iria venerar deus pai em vez de Deusa Mãe?
    Só se a viadagem for a tônica!
    Ou seja, nossa sociedade nasceu da VIADAGEM, e tanto é fato que na idade mérdia foram torturadas e mortas queimadas mais de 20 milhões de mulheres, e tudo porque essas se recusavam a pertencer a lixos sob os auspícios de monogamias e viafdagens de padrecos estupradores!
    Diante do cenário, uma fundação de EXCREMENTO (só excremento entende que buraco de merda é órgão sexual, ele “nasce” lá!!!) tendo em cima um prédio de excremento não tem muito futuro promissor, mas com certeza tem futuro prometido!
    E o viadão mor, o dito deus, prometeu aos viados raizes, os judeus, o i-mundo inteiro!
    E um mundo de edificações fecais está feito!
    Agora é na base da puxada de descarga!
    Se a latrina está entupioda, e está, vai vazar merda para todo lado, não há como fugir disso e aí, sim vemos com clareza que sem detonação total não tem mais saída, pois as edificações fecais já estão colapsando e consequentemente enterrando todos na merda, e só tem uma forma de resolver, HOLOCAUSTO, ou seja, de qualquer forma o lixo deus ganha o que deseja, muito cheiro e aspecto de carne queimada que tanto o agrada!
    Não nos foquemos nos criminosos pontuais, eles servem exatamente para isso, desviar nosso foco do real mal!
    Até porque as leis e jurisdições beneficiam sempre a vitualidade, inclusive na punição.
    SÓ MATANÇA VAI RESOLVER A SITUAÇÃO DO I-MUNDO!

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Karina Michelin

Posts relacionados