O grande comboio dos caminhoneiros pela liberdade no Canadá ganha aliados de peso: Estados Unidos, Austrália e Brasil

Karina Michelin

Karina Michelin

Enquanto os caminhoneiros canadenses continuam fazendo história em seu país, outros países  mobilizam seus comboios ,com milhares de participantes. 

O comboio de caminhoneiros canadenses que foram a caminho de Ottawa, atravessaram o país de leste a oeste despertando milhares de pessoas  – e ao mesmo tempo despertando a preocupação das elites globalistas da agenda de Davos. 

Os canadenses se uniram contra as imposições totalitárias impostas pelo governo, como a obrigatoriedade da vacina C-19 e o passaporte de vacinação; uma ferramenta discriminatória que só serve aos governos para obter o controle social e não o controle do vírus. 

Justin Trudeau, primeiro ministro canadense inúmeras vezes através de seus discursos televisivos, subiu o tom com o seu povo de forma intimidatória o que causou revolta na grande maioria também vacinada.

Trudeau disse que esta “minoria marginal” que está indo para Ottawa em um comboio de caminhões possuem “visões inaceitáveis e não representam a opinião da grande maioria dos canadenses que seguiram a ciência para proteger uns aos outros, esta é a melhor maneira de continuar garantindo nossas liberdades , nossos valores e direitos“. Este discurso infeliz de Trudeau, só mostrou uma narrativa mentirosa como a narrativa que todos os meios de comunicação de massa vem reproduzindo para manipular os povos. A minoria hoje, na verdade, são eles! 

Mais de 50 mil caminhoneiros se uniram no Canadá, e inundaram as estradas em protestos contra os mandados de vacinação, rumo a Ottawa. E prometeram não sair de lá enquanto os mandados não forem removidos. 

O governo canadense perdeu o controle e se vê acuado por milhares de cidadãos que aderiram ao movimento dos caminhoneiros. O primeiro – ministro canadense e sua família deixaram sua casa em Ottawa para um local secreto, relatou a CBC, enquanto milhares de pessoas chegavam à capital canadense neste sábado (29) junto ao comboio de caminhoneiros. 

Alexander Behne/CBC)

O gabinete do primeiro- ministro disse que não irá comentar a localização de Trudeau, por razões de segurança. Forças de segurança nacional e profissionais de inteligência de outros países foram convocados para aumentar a segurança junto a polícia local. 

SUPORTE INTERNACIONAL DE PESO- 

À medida que o comboio canadense se movia do oeste para o leste, os caminhoneiros americanos foram se infiltrando nesse comboio, o que fez ele se tornar absolutamente enorme e conhecido mundialmente – o maior já visto até agora. 

Os caminhoneiros americanos que também protestam contra os mandatos de vacinas e os exageros do governo estão se juntando ao comboio canadense. 

Nos Estados Unidos o comboio começará na Califórnia com destino final em Washigton DC. Todas as informações como as  datas e rotas planejadas serão divulgadas em breve em um site e várias plataformas de mídia social, uma página do GoFundMe  também será lançada, por enquanto as informações estão na página CONVOY TO DC 2022 no Facebook.

A Austrália também está mobilizando seu próprio comboio, e mais pontos de encontro nos Estados Unidos estão sendo estabelecidos, com milhares de participantes em cada um.

Outros países, como o Brasil, também aderiu ao movimento e está organizando seu próprio comboio de norte ao sul, programado para março. 

As pessoas que estavam adormecidas e inertes a essas imposições exageradas e anti-científicas governamentais nos últimos dois anos estão acordando. 

Todos aqueles que optaram pela tirania, que dividiram seus povos, que obrigaram um tratamento experimental a população, que separaram seus entes queridos, que ignoraram os efeitos colaterais da vacina e que destruíram tantas vidas, estão na mira da população. 

Afinal nós estamos vendo quem são vocês e o que vocês fazem. 

O movimento dos caminhoneiros está se tornando mundial para libertar as pessoas. Agora é tudo ou nada, chegou a vez de dar um passo à frente e mostrar aos tiranos do que o povo é feito – Coragem e resistência são as palavras de ordem.

#COMPARTILHE

#COLABORE com a livre informação

PIX:

00020126580014BR.GOV.BCB.PIX

01361885255b-60f5-4eba-8bec-14ebbf6560a352040000530398658

02BR5925KARINA BERNADETTE MICHELI6009SAO PAULO622605223zK87OzyorMYszyTI

5uVxC63048327

Gostou do conteúdo? Compartilhe:

14 comentários em “O grande comboio dos caminhoneiros pela liberdade no Canadá ganha aliados de peso: Estados Unidos, Austrália e Brasil”

  1. Maria Gorete Araújo Meneses

    Ainda bem que o povo tá acordando, mas temos que antecipar a data da manifestação no Brasil, a fim de evitarmos mais mortes por causa da . Precisamos salvar nossas crianças e adolescentes!

  2. Meu pai do céu. Realmente há pessoas que vivem em uma realidade paralela. É insano que este tipo de “movimento” é capaz de fazer. Se bem que é o óbvio: agregar pessoas descontentes com as “imposições” que a atual conjuntura nos trazem.

  3. Realidade paralela quem vive é você. Essas imposições são tirânicas, e as pessoas estão se rebelando contra as mesmas, por conta de bandidos petistas, como você, que apoiaram os governos a fazerem isso, com o medo acovardado, e não de uma hipotética conjuntura criada por vagabundo ditadores, apoiados por outros vagabundos como você.

  4. A expressão de liberdade é singular e não plural, liberdade é simples porém muitos querem o controle dela, vacine-se quem quiser, porém sem imposição, porque impor é tirar a liberdade. E passaporte vacinal é imposição é ilegal. É controle, é nazismo, é uma forma de cegar o cidadão, amedrontar e afligir a liberdade.

  5. O movimento dos caminhoneiros canadenses era tão ínfimo para Trudeau, que ele sai correndo para esconder-se com a família.
    Alguém sabe do paradeiro dele?
    Fica a lição moral de não se subestimar os movimentos populares canadenses.

  6. Pingback: Carta de uma canadense: “Me choca ouvir gritos de LIBERDADE, não acredito que meu país, um dos países mais livres do mundo – esteja agora lutando por esse privilégio. “ – Karina Michelin

  7. Pingback: Primeira vitória dos caminhoneiros no Canadá: Alberta cancelou o passaporte de vacinas à meia-noite – Karina Michelin

  8. Pingback: Primeira vitória dos caminhoneiros no Canadá: Alberta cancelou o passaporte de vacinas à meia-noite | Verdade Alagoas

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *