União Europeia: hoje será publicado um projeto de lei para ter acesso a todos os nossos chats com a desculpa de combater a pedofilia

Karina Michelin

Karina Michelin

Nesta quarta-feira, 11 de maio de 2022, espera-se que a Comissão da União  Europeia publique silenciosamente o projeto de lei sobre o chamado controle de bate-papo ( chats). Será previsto um controle de todo conteúdo de imagens e mensagens dos nossos aparelhos celulares e computadores, ou seja, todos os nossos dispositivos eletrônicos serão espionados e todos serão suspeitos até que se prove o contrário. Esta chamada varredura é mais um ataque aos direitos do cidadão, retirando o direito de qualquer comunicação confidencial e colocando todos os usuários em risco de um suposto crime não cometido.

Para todas as ações abusivas implantadas pelo estado existe um “motivo” a ser justificado – 

Em 2020, a Comissão Europeia propôs uma derrogação  “temporária” que visa permitir a busca de todos os chats, mensagens e e-mails privados para representações ilegais de menores e tentativas de iniciar contato com menores – com o objetivo de combater o abuso sexual infantil online. Isso tudo é para permitir que os provedores do Facebook Messenger, Gmail, e outros, digitalizem cada mensagem com a desculpa de procurar  textos e imagens suspeitas. Isso acontece em um processo totalmente automatizado, usando a “inteligência artificial” propensa a erros. Se um algoritmo considera uma mensagem suspeita, seu conteúdo e metadados serão automaticamente  divulgados, sem nenhuma verificação humana passando por uma organização privada sediada nos Estados Unidos e de lá as informações serão encaminhadas para autoridades policiais nacionais em todo o mundo. Os usuários reportados não serão notificados.

O documento prevê que todos os conteúdos de comunicação sejam examinados diretamente em nossos dispositivos e desviado em caso de suspeita. Estas proposta chamada: Client-Side-Scanning não seria o primeiro método de vigilância exagerado e enganoso justificado pela luta contra o abuso infantil.

O projeto de lei proposto exigiria que cada dispositivo digitalizasse cada mensagem para imagens de abuso infantil e contatos entre criminosos e crianças. Se esse conteúdo for detectado em uma mensagem, ele deve ser endereçado diretamente a uma autoridade de fiscalização ou à polícia.

A varredura em massa não só ataca comunicações confidenciais em sua base, mas também são ineficazes: os criminosos usam canais que não são controlados por esse sistema e são capazes de escapar facilmente de varreduras no futuro. O próprio site alemão Taggesschau publicou um artigo mostrando o movimento da dark web usada para operar de forma eficiente e anônima esses crimes. (aqui

Os autores usam Host públicos em vez de “Messenger” que são os aplicativos alvos da Comissão – até porque os “Messenger” são completamente inadequados para a troca de arquivos grandes usados por estes criminosos. Eles também criptografam todos os dados antes de trocá-los. Somente por este motivo, a vigilância prevista na forma de lei  não irá impedir a disseminação de imagens de abuso.

Não só os jornalistas e os denunciantes anônimos dependem de uma comunicação confiável – é um direito fundamental de cada cidadão e um marco importante para a nossa ciber segurança. Para que a comunicação seja verdadeiramente confiável, duas condições devem ser atendidas:

° O dispositivo deve ter integridade e não deve vazar conteúdo para terceiros.

° A criptografia deve ser segura, para que você não tenha que confiar na rede.

Com direito a liberdade e o sigilo das telecomunicações ( imagem abaixo ) e ao direito fundamental de garantir a confidencialidade e integridade dos sistemas de computador ( aqui ), o controle dos chats suspende dois direitos fundamentais. Os usuários perdem o controle sobre quais dados compartilham com quem e como, além de  perderem a confiança básica em seus dispositivos.

Até agora, não está claro quem deve definir e controlar algoritmos e bancos de dados de reconhecimento. Um sistema não transparente pode e será facilmente expandido após sua introdução. Já é previsível que a indústria de exploração de direitos estará tão interessada no sistema quanto os governos antidemocráticos. É ainda mais assustador a falta de pudor com que  este projeto de lei vem sendo introduzido, de forma silenciosa.

Uma “inteligência artificial” que examina  conteúdos de abuso infantil irá marcar uma infinidade de erros contínuos- podendo identificar conteúdos  inocentes como ilegais, podendo condenar pessoas inocentes deixando de lado os verdadeiros criminosos. Mesmo as menores taxas de erro levariam a enormes quantidades de mensagens “detectadas” e bloqueadas de forma equivocada: só na Alemanha, muito mais de meio bilhão de mensagens são enviadas por dia. Mesmo taxas mínimas de detecção levariam à rejeição de milhares de mensagens por dia.

É claro que a probabilidade de falsa detecção aumenta com a troca de imagens privada, completamente legal e consensual entre adultos e adolescentes. Os jovens adultos já podem esperar ter sua idade avaliada pelos órgãos de controle. A preocupação sobre se nossas mensagens podem ser consideradas suspeitas ou não, quem poderá lê-las e o quanto elas poderão não ser atribuíveis ao abuso, irá influenciar a todos nós – causando ainda mais stress na sociedade. 

Ao mesmo tempo, montanhas de materiais irrelevantes vem se acumulando em postos de controle, impedindo que os funcionários realizem importantes trabalhos investigativos. As autoridades investigativas já estão sobrecarregadas com os dados gerados até hoje. As investigações não foram bem sucedidas, e o material encontrado nem sequer foi apagado. Eliminar efetivamente essas deficiências seria o objetivo mais importante na luta contra o abuso infantil. Em vez disso, a Comissão da União Europeia quer introduzir mais uma vigilância de  massa com a falsa  promessa de salvar os menores  por meio de uma “inteligência artificial”.

Esse projeto de lei que será publicado hoje no Parlamento Europeu deve ser rejeitado pela sociedade! Essa é somente mais uma ferramenta tecnológica que será instrumentalizada de forma equivocada e abusiva contra os cidadãos.

Gostou do conteúdo? Compartilhe:

3 comentários em “União Europeia: hoje será publicado um projeto de lei para ter acesso a todos os nossos chats com a desculpa de combater a pedofilia”

  1. Cara Karina Michelin, ESPETACULAR ESSA MATÉRIA, perfeitamente argumentada e embasada!!
    Ela ilustra de forma perfeita o que venho alertando há muito em vários blogs, a criminalidade estatal!
    O quão é estúpido o delegar de poderes para o estado (nunca grafo esse nome em maíuscula pois é algo abjeto e minúsculo, de maiúsculo só tem a venalidade visceral, atávica, arquetípica, egregórica), uma organização criminosa que a cada irresponsabilidade cidadã MAIS PODERES ADQUIRE!
    Mas lembro que isso começou lá atrás quando a segurança e a saúde foram entregues a outrem pelo hedonista, leniente irresponsável!
    Ela começou com a desgraça álcool que garante o usuário bestificado, inconsequente, fraco, sem o domínio de si mesmo!
    Ela se fortaleceu quando pessoas desqualificadas se entenderam tendo direitos, cotas, proteções e aí, estupro inclusive de óvulos aconteceram!
    Quando o macho perde o discernimento e permite o estuprador/pedófilo vivo ele legitima o desmonte social com a alvorada dos dejetos nascendo!
    Quando o macho perde o entendimento que sua família deve ser protegida por ele, ARMADO até os dentes e que não cabe ao estado a proteção, se abre as portas para a critarquia kakistocrática, para o sequestro de suas armas e seu direito de defesa e o pior, o monopólio da violência na mão dessa maldita organização criminosa chamada estado!!!
    Quando a fêmea delega a educação e criação de sua prole ao estado ela sedimenta a transformação de seus filhos em soldados de uma organização criminosa!
    Quando o ser abre mão de sua saúde, entende que cabe aos outros limpar as imundícies de conduta garante o nascer do corrupto, do obeso, do degenerado!

    Fizemos péssimas escolhas ao longo do caminhar da humanidade, e agora só é possível a solução com a guerra e não tranquilidade!
    Por conta disso repito o que venho sugerindo, irmos todos para as frentes dos quarteis em busca de nossos braços armados (polícia defende estado, quem defende povo são forças armadas) já que os estados nos desarmaram!
    Ou vamos reivindicar nosso armamento total e invocar nossos braços armados ou ACABOU!!!

  2. Com relação a matéria em destaque, sim, a “sociedade” pode rejeitar o projeto de lei no parlamento. Ni entanto, já ficou bem claro a intenção dos parlamentares que apoiam tais medidas.
    A pretensão a médio prazo e longo prazo é ter todas as comunicações, mensagens, dados,correspondências on line em geral, totalmente rastreadas e espionadas. Ou seja, menos liberdade, menos privacidade, justificadas pela falsa perseguição a pedofilia. Uma vez que vemos em andamento uma agenda pedófila camuflada de liberdade da sexualidade. Pessoas mudando de sexo, homens se transformando para além do homossexual, transexual. E olha que o Olavo de Carvalho já alertava sobre a agenda pedófila em curso. E o que estão a fazer? mascarando. Eles metem e se declaram inimigos da mentira; eles roubam e se declaram justos; eles são contra a pedofilia mas são…
    Controle total da humanidade num breve futuro.
    E eu que fiquei horrorizada ao assitir o filme 1984 vendo isso aí e coisas piores que estão a projetar.

    1. Cara Pirita,
      O controle sobre a comunicação internetica sempre existiu, antes eram as BBSs, e essas era dificil controlar, por isso foi liberada para os civis a internet!
      Para entender é fundamental entenrmos que TODOS os computadores têm suas impressões digitais, não importa o sistema operacional, o IP, o backbone, sempre todo chip, toda placa tem sua assinatura, no que entra na internet, fica gravado aquela configuração, e não adianta trocar o processador, a placa será a identificada, a BIOS, etc. TUDO é identificado.
      Assim, desde sempre o monitoramento existiu, mas se todos entendessem isso, o controle não teria a penetração que tem, os desavizados não exporiam uma capilaridade ampla se entendessem a questão.
      A microsoft SEMPRE roubou os dados de TODOS os usuários de internet com plataforma windows.
      Pense o seguinte: Por que maldita razão o lixo bill gates teria permitido a pirataria de seu OS, afinal a coisa mais fácil é fazer chaves físicas para todo software, até chave virtual é virtualemnte impossível de quebrar caso haja chaveamentos na própria placa e chips do computador, e se fizerem não tem técnico em computação eletrônica que quebre, pois seria necessário quebrar a placa mãe (toda placa mãe é um sanduiche de diversas placas de circuito impresso colados) e os chips, e pior, as medidas são tão pequenas que a tecnologia para retroengenharia, engenharia reversa, depende de uma tecnologia que quem tem pode fazer sua própria placa e chip e não vai perder tempo quebrando a dos outros, vai fazer a mesma agenda, sequestro e coleta de dados, é simples assim!
      As pessoas deveriam entender a fundamentalidade da compreenção dos métodosa construtivos até para entenderem até onde estao reféns do big brother!!
      O que sempre aconteceu e que eles querem mudar é algo mais esotérico e exotérico.
      É o aceite populacional! O vampiro só pode entrar em sua residência se vc o convidar, o demônio só pode te possuir se vc autorizar, sem assinatura e convite não tem jogo.
      Aceitar vacina é aceitar possessão, aceitar biometria é aceitar ter a própria alma assinando que ela está exposta de forma a ser caçada!
      Mas para que o povo aaceite é fundamental convencê-lo de que não existem demônios, possessões, espírito, alma, vampiros e nada dessas propostas metafísicas!
      A religião inicialmente convenceu a todos que ela era uma barreira contra essas questões, vide literaturas de vampiros que temem cruz e igrejas, e coisas religiosas, possessões viram novelas e filmes, e claro, ao mesmo tempo se emplaca a religiência que “prova cientificamente” que isso tudo é mentira e o povo fica vendido sem escudo algum contra abominações que podem inclusive se materializar sem ser percebida abominação!
      E hoje, com a agenda da religiência (religião ciência, aquela nascida nas catedrais em cátedras) muito sólida com papo até de starlink, a macacada sequer percebe que cada entrega de biometria é entrega de alma, que cada vacina e assinatura para possessões, que aceleradores de partículas e ciclotrons não são ferramentas para escrutinar a matéria, mas sim abridores de portais para entes de outras possibilidades!
      Tudo isso é um jogo maldito de vudu, sortilégios e esconjuros!
      A coisa é tão dantesca, que as pessoas usam fornos de microondas que trabalham a 2,45 ghz e não percebem que celulares e suas antenas trabalhando exatamente nessa frequencia simplesmente pode transofrmar uma cidade inteira em forno de microondas para cozinhar a macacada!! Todo prédio é feito de material defletor de ondas de 2,45 ghz, ou seja, tudo em uma cidade ´[e parede de forno de microondas!!!
      Como mostro, a coisa é infinitamente mais hardcore do que qualquer distopia de Philip K. Dick, Edgar Allan Poe e H. G. Lovecraft!!!
      O phoda é eu entender isso, “gritar” aos quatro ventos tentando alertar e de eco ter a pecha de teórico da conspiração, embora NINGUÉM consiga me contestar ou provar o contrário por A + B!!!
      Tudo no i-mundo é conspiração e sabotagem contra a humanidade, e só ela não percebe isso!
      Até as desgraças das torres g~emeas caindo na vertical de forma obvia de doer, e mesmo assim a macacada acredita que meros aviões de 80 toneladas de alumínio (só a turbina e os cavernames da fuselagem não de aço ou titãnio que só existe nas pás da trubina) conseguiriam derrubar colossos de aço, concreto com massa de mais de 5 mil vezes maior que o avião!
      Isso é tão idiota quanto acreditar que uam secoia cai com um carro atropelando-a!!!
      A população humana já viro fezes há muito, tanto é que para eles buraco de merda é órgão sexual!
      Acabou e ainda não nos demos conta!!!

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *