Médicos alertam: Experimentos ilegais podem estar sendo feitos em crianças órfãs na Polônia

Karina Michelin

Karina Michelin

Uma Associação Polonesa de médicos independentes alertaram no dia 30 de setembro, através de um email enviado a grupos de médicos em todo o mundo e jornalistas independentes, sobre experimentos ilegais realizados com bebês órfãos na Polônia, Espanha, Finlândia e Estados Unidos. 

Os médicos denunciantes demonstraram preocupação e perplexidade com os experimentos que a PfizerBioNTech e Moderna, estão fazendo em bebês de 6 meses para testar suas novas vacinas de engenharia genética, aplicadas em um grupo de 4.500 crianças órfãs e saudáveis. 

Médicos, pesquisadores e cientistas já disseram inúmeras vezes que bebês e crianças não morrem de COVID e raramente transmitem a doença, somente por esse motivo deveria ser suficiente para rejeitar qualquer tipo de experimento clinico com vacinas. Mas a Pfizer parece estar operando fora dos limites da legalidade. 

Uma denúncia foi depositada no Parlamento Polonês SEJM ( considerado o mais alto órgão governamental da Terceira República Polonesa desde a transição de governo em 1989) e graças a uma intervenção corajosa do politico Grzegorz Michał Braun realizada no dia 2 de agosto, foi revelado que no dia 27 de abril de 2021, o Presidente do Escritório de Registro de Medicamentos, Dispositivos Médicos e Produtos Biocidas, Grzegorz Cessak, deu seu consentimento para entregar crianças até 11 anos de idade para ensaios clínicos, para o qual é utilizada uma preparação de engenharia genética da PfizerBioNTech. De fato um experimento médico. 

Durante a intervenção  Grzegorz Braun, mostrou que o experimento não obteve o consentimento do Comitê de Bioética independente, que, segundo a lei polonesa, é a condição número 1 para iniciar esses tipos de pesquisas [artigo 29º( artigo 2º) do Ato sobre as Profissões de Médico e Dentista].

Os funcionários da Secretaria de Registro de Medicamentos, Dispositivos Médicos e Produtos Biocidas se recusaram à apresentar os protocolos de testes ao membro do parlamento, com base no “segredo do empreendedor”, protegendo assim a empresa PfizerBioNTech. O experimento vem sendo realizado em oito pequenas clínicas privadas e centros de pesquisas privados, que parecem não estar equipados para conduzir este tipo de estudos – segundo o relato dos denunciantes, que também afirmam ter em mãos provas de aúdio caso seja aberto um processo judicial.

Eles acreditam que essas crianças submetidas a estes experimentos são retiradas de orfanatos e de centros de cuidados e educação, além de serem crianças saudáveis. Nenhum detalhe desta operação é conhecido devido à sua ocultação ilegal pelo governo polonês e pelo presidente do Escritório de Registro de Medicamentos, Dispositivos Médicos e Produtos Biocidas: Grzegorz Cessak quem deu permissão para esses experimentos.

Os médicos e cientistas fizeram um apelo: 

“Como médicos e cientistas, não podemos ser indiferentes aos danos que estão sendo causados às crianças pelas empresas farmacêuticas que corromperam nossos governos. Devemos exigir que os governos respeitem os direitos dos mais jovens e dos mais fracos, e que a Big Pharma  pare com  essa loucura e barbárie.”

Enquanto isso;

Pfizer pede autorização de uso emergencial de vacina para crianças de 5 a 11 anos nos EUA

anúncio feito dia 07 de outubro de 2021

A Big Pharma como podemos observar não está preocupada com as acusações, continuam com seu projeto de vacinação global passando por cima de tudo e de todos. 

A PfizerBioNTech pediu às autoridades reguladoras dos Estados Unidos a aprovação para uso emergencial da vacina contra o COVID-19 que desenvolveram para crianças entre 5 e 11 anos de idade. 

A agência reguladora americana Food and Drug Administration (FDA) marcou para o dia 26 de outubro uma reunião de seu comitê de conselheiros externos para discutir o pedido. 

A casa farmacêutica alega ser necessário haver uma autorização rápida da vacina para crianças, para ajudar a atenuar um “potencial” aumento dos casos, visto que as escolas estão reabertas em todo o país. 

Desde junho de 2021, a Pfizer esta realizando ensaios experimentais em crianças. Segundo os médicos denunciantes, os experimentos são realizados em bebês saudáveis desde os 3 a 6 meses de idade até 11 anos.

Esses fatos não são de conhecimento da opinião pública polonesa, pois os documentos da Pfizer contêm uma claúsula “secreta”. Até mesmo o membro do Parlamento polonês que interveio nesta questão teve o acesso aos documentos negado, violando a lei polonesa [artigo 29º( artigo 2º) do Ato sobre as Profissões de Médico e Dentista].

Atualmente estão sendo recrutadas crianças de 6 meses aos 2 anos de idade, a Pfizer no seu site oficial publicou documentos com data 20-09-2021 onde afirmam que estão esperando resultados no grupo mais jovem até o final deste ano. Este fato sugere que os testes no grupo mais jovem começaram ao mesmo tempo que os grupos mais velhos, visto que a Pfizer afirma que os resultados estarão disponíveis depois de 6 meses.

click na imagem para ser direcionado ao site da Pfizer

Considerando a rapidez com que essas crianças foram recrutadas para o estudo, os denunciantes suspeitam que elas vêm de orfanatos e abrigos, como já aconteceu anteriormente com testes de outras vacinas.

De acordo com a lei polonesa, esses casos excepcionais requer a autorização de um tribunal, mas até agora ninguém conseguiu localizar nenhuma audiência judicial que permita tais experimentos em crianças.

Um estudo de fase 1/2/3 para avaliar a segurança, tolerabilidade e imunogenicidade de um candidato à vacina contra o COVID-19 em crianças saudáveis e jovens adultos foi iniciado no dia 25 de março de 2021

CLICK NO LINK : https://www.clinicaltrials.gov/ct2/show/NCT04816643#contatcs

Grzegorz Cessak, além de ser farmacêutico e presidente do escritório de registros de medicamentos, produtos de saúde e biocidas, é também membro da Agência Européia de medicamentos (EMA). Foi ele quem deu consentimento para esses experimentos em bebês e crianças na Polônia, criando assim um conflito de interesse legítimo.

“Como a Pfizer não concluiu estudos em animais e nem mesmo em animais jovens (ninhada) parece que os bebês e crianças estão sendo usadas como “descendência” experimental primária” concluíram os médicos.

Antes de aprovar este medicamento para uso emergencial em crianças é necessário que algumas perguntas sejam respondidas: 

-A Pfizer está fazendo experimentos com crianças órfãs, crianças essas vulneráveis que não têm ninguém para cuidar de seus interesses se alguma coisa der errado? SE sim, quem consentiu essa ação? 

-Por que a  Pfizer pode realizar teste clínicos em bebês com um produto que não concluiu os testes clínicos de fase 3, sendo esse produto uma nova tecnologia?

-Por que a Pfizer se recusa a permitir que membros do parlamento acessem seus documentos?

-Os órgãos reguladores estão realmente fazendo o seu trabalho baseado na ética? 

-Os fabricantes destas vacinas estão operando em sigilo absoluto e fora de qualquer controle legal? 

Cedo  ou tarde estas perguntas terão que ser respondidas

Gostou do conteúdo? Compartilhe:

Compartilhar no facebook
Compartilhar no telegram
Compartilhar no twitter
Compartilhar no whatsapp
Compartilhar no email

12 comentários em “Médicos alertam: Experimentos ilegais podem estar sendo feitos em crianças órfãs na Polônia”

  1. Um absurdo aonde chegou a loucura humana, não podemos ficar em silêncio. É necessário que essa informação chegue a muitos para que saiam do estado de alienação e possamos ser muitos a combater esse poder que olha o ser humano sem nenhum sentimento e respeito.

  2. A passividade humana diante de tantas atrocidades, denota q a população não está mais disposta a lutar pela vida, e estão deixando seus semelhantes, e pior, bebês e crianças, serem sacrificadas, como se faziam nas civilizações antigas, como a Mais e Asteca. Ou ainda pior, como se fez na 2a guerra mundial… Estamos transformando o mundo num enorme campo nazista de experimentos, e não vemos ninguém com poder de barrar isso… Gerações estão sendo condenadas a morte, as atuais e as futuras. O plano globalista de redução populacional está indo de vento em popa, e parece que o objetivo será alcançado… O ser humano é a única raça que consegue matar sua própria cria por pura maldade e ganância, sem qq compaixão. Se ainda fossemos desprovidos de coração e alma, ainda poderíamos questionar, mas como seres pensantes q somos, onde foi na história humana, q nos desviamos de nossa semelhança com nosso Pai Criador?

  3. Chego a pensar que drogas, ou até mesmo vícios e estas “vaxxinas” experimentais afetaram os neurônios destes cientistas aloprados e corruptos, destes governantes e órgãos de saude, que abandonaram totalmente a ética, a decência, a moralidade, a espiritualidade, e estao consumidos pela luxuria e ganância. O que fizeram com as experiências primeiro em animais, que por si só já é também muito triste. São também vidas! Estes vermes,, escoria da raça humana, querem se sentir “deuses”… do inferno. Não há outro lugar para estes psicopatas. Que a classe cientifica, governos ainda honestos, e a grande maioria dos povos de bem do planeta se levantem contra este novo “NAZISMO” (experiências desumanas) e FASCISMO (o conluio entre Estado e corporaçōes para o controle mundial autoritário). Mas Deus há de chegar e ajudar os bons…

    1. Os seres humanos do planeta estão em estado de alucinação com ideias progressistas sem discernimentos, que não conseguem parar para analisar que estão sendo cobaias de projetos nefastos dos poderosos desse planeta na tentativa de redução e com ganhos absurdos dessas experiências humanas e se percebem essas atrocidades que as farmacêuticas estão fazendo com a humanidade de forma maligna e anuência desses governantes genocidas que comandam as nações se utilizando dos termos progressistas e o politicamente correto. Estão levando a humanidade ao caos total a longo pó razão. Aguardem.

  4. EMILIO CLAUDIO ALVES PEREIRA

    O MAIOR PROBLEMA NAO E A EXISTENCIAL DO MAL. ELE EXISTE NESTA ESFERA DE EXISTENCIA. O MAIOR PROBLEMA E QUE MUITOS NAO QUEREM ENXERGAR O QUE ESTA ESCANCARADO, PESSOAS MALIGNAS AGINDO ABERTAMENTE. A INDUSTRIA FARMACEUTICA VEM TRANSFORMANDO BILHOES DE SERES HUMANOS A DECADAS EM DEPENDENTES DE SUAS DROGAS (REMEDIOS). TODO REMEDIO E UMA DROGA E GERA EFEITOS DANOSOS. PARECE QUE REMEDIO VEM DE REMEDIAR. SE TOMA UM REMEDIO ATE SE CHEGAR NA CAUSA DO PROBLEMA E BUSCAR RESOLVE-LO. RESOLVIDO O PROBLEMA NAO E PRECISO MAS O REMEDIO. ISSO E TUDO QUE A IND. FARMACEUTICA NAO QUER. OS MEDICOS NAO SAO TREINADOS A BUSCAR A CAUSA DO PROBLEMA. SAO TREINADOS PARA RECEITAR DROGAS ANALISANDO OS SINTOMAS.

  5. É Karina, e tenha a certeza que muitos no Brasil irão vacinar seus bebês. A que ponto chegou a alienação das pessoas que não duvidam DE NADA e, consequentemente, deixam de buscar informações e acompanhar os fatos. Triste isso.desanimador!!

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *