Pular para o conteúdo

Greta Thunberg diz que fará o que for preciso para combater e proteger o “pulmão do mundo”.

Karina Michelin

Karina Michelin

Greta Thunberg durante sessão virtual no Senado brasileiro


A ativista sueca, marionete dos globalistas e defensora do meio ambiente, demonstrou através de sua participação na sessão do senado brasileiro no dia de hoje, 10 de setembro, que não entende nada da bandeira que ela defende: Meio Ambiente. 

Em um discurso cheio de fake news, em uma de suas afirmações ela disse: “A Amazônia os pulmões do mundo, agora está no limite”. 

Todos que frequentaram a escola e passaram pelas aulas de biologia no ensino fundamental, sabem muito bem que o fitoplâncton dos oceanos é o maior produtor em área de superficie de oxigênio. Mas como Greta defende a escola moderna fora da escola, talvez essa lição ela não tenha feito. 

Outra falácia foi a afirmação que os povos indigenas estão sendo ameaçados e mortos, também no Brasil e que precisam ser protegidos. 

O que não contaram a Greta é que, a maioria das Ongs que estão na Amazônia e todas essas instituições que se dizem defensoras dos índios e do meio ambiente, são os primeiros a explorá-los.

Eles se instalam em suas terras com a promessa de proteção e cuidados e vão aos poucos, usando os índios para levar  as biodiversidades da Floresta para seus países, para fazer cosméticos, medicinais e tantas outras coisas de forma ilegal. 

O discurso mediano, político e tendencioso de Greta Thunberg no senado brasileiro, onde ela culpou e acusou o Brasil pela crise global, demonstra mais  uma vez, que ela não conhece a história e que está sendo paga para propagar um discurso mentiroso. Pois se realmente estivessem preocupados em defender o meio ambiente, eles deveriam atacar em primeiro lugar os Estados Unidos que foi o país que se tornou uma potência mundial, queimando combustíveis fósseis e acabando com as suas florestas e o meio ambiente. Sem contar os países Europeus, que tampouco preservaram suas florestas e hoje também dependem das florestas do Brasil para sobreviverem.  

O Brasil é o país que mais preserva o meio ambiente no mundo, é um país que manteve 66 % da sua vegetação nativa, tem 84 % da Amazônia preservada, sem contar que também é o país que mais investe na agricultura sustentável. 

Talvez, Greta Thunberg tenha pulado essa aula também, mas a culpa não é dela e sim de quem está por trás dela: pessoas essas, instituições e governos que agem somente na má-fé e no mau caratismo. 

Frases de Greta Thunberg durante o encontro virtual para a discutir o último relatório divulgado pelo IPCC ( Painel Intergovernamental sobre mudanças climáticas) da ONU:

” Eu venho de um País que em grande medida tem inspirado uma escola moderna, um movimento para a defesa do meio ambiente e os direitos indígenas.”

“Nós precisamos alcançar essas metas do acordo de Paris. Se não alcançarmos essas metas seria uma sentença de morte para humanidade.”

Gostou do conteúdo? Compartilhe:

1 comentário em “Greta Thunberg diz que fará o que for preciso para combater e proteger o “pulmão do mundo”.”

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *