Gibraltar: Pandemia de vacinados ”a primeira nação do mundo” onde todos os adultos são vacinados, suspende as celebrações do Natal devido ao aumento das infecções

Karina Michelin

Karina Michelin

Gibraltar é o exemplo “quase” científico  do fato de que a vacinação experimental aumenta e não diminui, as infecções.

O pequeno território britânico endureceu as restrições de Covid durante o período festivo de Natal após um pico de casos. Os moradores foram constritos  a limitar  o contato social o máximo possível, devido as novas diretrizes anunciadas na última sexta-feira  (19) pelo governo local.

Gibraltar ficou conhecido mundialmente, por ter sido o país  que mais vacinou sua população no mundo, onde não existe nenhum “NO VAX”.  Hoje ironicamente , é talvez o país com a maior taxa de infecção do globo. A população adulta está toda vacinada e foram consideradas como exemplo pelo Ministério de Saúde Inglês de Hancockd e, agora eles têm uma taxa de infecção 20 vezes maior do que em outros países europeus. 

Em média nos últimos dias foram relatados 66 novas infecções diárias – o equivalente a 52% de seu pico desde janeiro, um número alto e significativo que derruba qualquer tese científica de eficácia da vacina. 

Com as evidências do aumento das infecções nos países mais vacinados, e o aumento dos óbitos quanto os casos de danos e reações adversas que se acumulam pós-vacinação está se provando que a vacinação indiscriminada de populações inteiras deve ser interrompida o mais rápido possível.

Esta é a demonstração empírica e sensacional do fato de que a vacinação não resolve o problema e aumenta as infecções. Mas, a grande mídia em conluio com os políticos progressistas, comunistas, esquerdistas continuam negando as evidências e a própria ciência. 

Gostou do conteúdo? Compartilhe:

Compartilhar no facebook
Compartilhar no telegram
Compartilhar no twitter
Compartilhar no whatsapp
Compartilhar no email

13 comentários em “Gibraltar: Pandemia de vacinados ”a primeira nação do mundo” onde todos os adultos são vacinados, suspende as celebrações do Natal devido ao aumento das infecções”

  1. A maioria das pessoas perdeu “ O Pensamento Critico “, a creditam em tudo que a mídia diz, ainda que vivendo na era da informação e redes sociais.

  2. O que vai acontecer quando ficar evidente e comprovado que as fabricantes de vacinas estão comprando os governantes da maioria dos países? Serão condenados por genocídio?

  3. A revista americana Circulation com sede en Dallas-TX, responsável por publicar manuscritos de pesquisas originais, artigos de revisão e outros conteúdos relacionados à saúde e doenças cardiovasculares, divulgou no início deste mês de novembro/2021 o resultado de um estudo (https://archive.ph/Nq6Bj) onde se conclui que os ‘jabs’ de mRNA aumentam dramaticamente a inflamação no endotélio e a infiltração de células T do músculo cardíaco e podem ser responsáveis ​​pelas observações de aumento de trombose, cardiomiopatia e outros eventos vasculares após a vacinação. Isso talvez explica em parte os efeitos adversos que essas injeções estão causando. É possível encontrar na internet vários depoimentos de médicos afirmando que esses jabs contribuem para a diminuição da imunidade natural das pessoas, deixando-as vulneráveis à novos contágios. Eu acredito que tudo isso faz parte de uma guerra espiritual não declarada contra a humanidade, e que agora o inimigo está ainda mais livre para agir, sendo que a maioria da população ainda não percebeu que faz parte desse ‘jogo’. Um dos últimos guardiões da verdadeira fé Cristã e da legítima Igreja Católica Apostólica Romana, o Arcebispo Carlo Maria Viganò, denunciante da apostasia promovida pela deep church que se instalou em Roma desde o concílio vaticano II de 1960 e que agora se intensificou com a ‘ajuda’ do atual pontífice, esclarece em entrevista o perigo que estamos atravessando nesse momento. Deixo o link para quem se interessar em ver.

  4. Este é o maior programa de extermínio da população mundial. É uma guerra espiritual, onde satanás quer destruir as obras de Deus. O que não vamos ver são Deputados,Senadores e outras figuras importantes do contexto mundial morrendo devido as vacinas, pois eles foram alertados sobre os riscos de morte que este imunizante pode causar. Eles tomam coquetel de vitaminas disfarçados de Vacinas. Esses sim são os verdadeiros genocidas. Pularam as fases de testes que tem um período mínimo de 5 anos de estudos. A pergunta que eu quero fazer é a seguinte: o porquê a Anvisa não está levando em consideração as mortes ocasionadas pela vacina? O porquê aprovar uma substância sem ter realizado as fases de testes e colocando em risco a vida da população? Na verdade, estamos caminhando rumo há um número de mortes em massa para o ano que vem. Lamentável.

    1. Nunca satanás vencerá a Deus Pai, que enviou seu próprio filho Jesus Cristo, para perdoar nossos pecados.
      Quanto a guera espiritual, devemos estar sempre em orações, por todos nós, independente de Nacionalidade.

  5. Tomo Ivermectina desde julho de 2020, uma dose a cada 30 dias!
    Em novembro/2020 por esquecimento não tomei…. Pasmem! Peguei o maldito…. testado, corri para um médico de minha confiança e ele graças a Deus me receitou Ivermectina, Azitromicina e vitamina D… Em dois dias estava sem nenhum sintoma, desde então uso Ivermectina rigorosamente a cada 30 dias!

    Fiz exame de sangue, e minha imunidade para o vírus é ótima! Só uso máscara para poder entrar em locais que exigem…

    Não tomei e não tomarei estas vacinas…. Na minha família ninguém tomou. Minha vó tem 94 anos, minha mãe 73, minha tia 74… todos muito bem! Tratamento preventivo! Tratamento precoce!

    O golpe está aí cai quem quer!

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *