Pular para o conteúdo
Pesquisar
Close this search box.

Zuckerberg: 4 de julho

Karina Michelin

Karina Michelin

Parece piada mas, o maior representante do globalismo e anti-americano Mark Zuckerberg, comemora o dia da liberdade com a bandeira americana nas mãos, justo ele que causou mais danos aos EUA do que qualquer outra pessoa nos últimos 15 anos. Por meio de suas plataformas: Facebook, Instagram, etc ele eliminou o discurso conservador nos Estados Unidos em menos de 10 anos, e aumentou os discursos de ódio, com a desculpa que deveria “controlar os discursos de ódio”. A maioria dos usuários conservadores foram banidos ou censurados pelo menos uma vez. Não importa o grau de popularidade, todos foram e continuam sendo perseguidos.

Zuckerberg interferiu em várias eleições ao redor do mundo para promover a agenda globalista e perversa.Ele foi uma peça importante no maior crime do século – o roubo da eleição presidencial de 2020 de Donald Trump. O Facebook, junto com o Twitter, eliminou todo o conteúdo conservador antes e depois das eleições. Autorizando somente opiniões e sentimentos de amor pró-Biden.

Sem contar na manipulação de opiniões e informações no “combate a Pandemia” onde ocultaram e censuraram todos os médicos, cientistas e qualquer um que fosse contra o discurso hegemônico.

Zuckerberg se gabou por ter interferido nas eleições, reprimindo o “temido” “Q-Anon” considerado por ele uma ameaça e “teóricos da conspiração” – mas a violência do Black Lives Matter e Antifa, continua sendo protegidos por ele e aumenta cada vez mais ao redor do mundo.

Bem-vindos ao seu futuro: onde esta elite poderosa e as empresas de mídia social podem te censurar, promover conspirações, interferir nas eleições, classificar a sua vida e sobretudo sua reputação. Este senhor não tem a menor idéia do que realmente representa esta bandeira que ele tem nas mãos, a bandeira é a própria representação da luta pela LIBERDADE CONTRA A TIRANIA E OPRESSÃO, onde milhares de pessoas morreram durante a guerra para nos manter livres.

Zuckerberg representa o contrário de tudo que traz liberdade, lembre-se: que a Liberdade de expressão e o discurso patriótico não valem NADA para Mark Zuckerberg.

Gostou do conteúdo? Compartilhe:

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Karina Michelin

Posts relacionados