Pular para o conteúdo

Um novo estudo da Escandinávia confirma (mais uma vez) o alto risco de inflamação cardíaca após vacinas de mRNA – especialmente em pessoas mais jovens.

Karina Michelin

Karina Michelin

Uma nova publicação escandinava no JAMA Cardiology ( aqui ), com dados de saúde de mais de 23 milhões de residentes na Dinamarca, Finlândia, Noruega e Suécia, confirma o que muitos estudos já mostraram:

As vacinas de mRNA contra o COVID-19 levam a um risco elevado de desenvolver miocardite ou pericardite. Isso afeta principalmente jovens até os 40 anos, especialmente homens jovens, mas também mulheres jovens. O maior risco é encontrado em jovens entre 16 e 24 anos.

O estudo avalia o risco para as faixas etárias de 12-15, 16-24, 25-39 e ≥40 anos. Infelizmente, a faixa etária a partir dos 40 anos não é mais diferenciada. No entanto, os dados combinados para miocardite e pericardite mostram que taxas positivas de excesso de miocardite e pericardite também são encontradas em homens e mulheres na faixa etária acima de 40 anos, embora em menor grau do que em pessoas mais jovens. Uma diferenciação adicional seria interessante neste caso.

Conclusão do estudo: Não há mais defesa ilimitada da vacinação mRNA

Os autores do estudo descrevem  uma série de declarações oficiais sobre os benefícios  da vacinação mRNA, o que obviamente também é interessante para uma discussão. Por exemplo, a Food and Drug Administration (FDA) dos EUA concluiu que os benefícios da vacinação superavam os riscos. Esta frase  pode ser lida infinitas vezes.

É impressionante, no entanto, que os autores não adotem essas opiniões como suas. Pelo contrário, a sentença final de seu estudo é deliberativa e surpreendentemente clara:

O risco de miocardite associada à vacinação contra o SARS-CoV-2 deve ser ponderado em relação aos benefícios dessas vacinas.” 

Embora esta frase pareça muito cautelosa na típica linguagem científica, é uma afirmação muito clara. Ainda mais claro é um comentário dos editores sobre este estudo – a vacinação só é benéfica para pessoas com mais de 40 anos?

Dois editores da JAMA Cardiology publicam uma Nota do Editor sobre o estudo descrito acima na mesma edição ( aqui ) .

Segundo a manchete, os autores tentam comunicar os benefícios da vacinação “diante de riscos potenciais”, mas não parecem ter sucesso. Finalmente, eles escrevem a frase surpreendente e um pouco defensiva:

“Dadas as altas taxas de morbidade e mortalidade por infecção por COVID-19 em idosos e a eficácia da vacina na prevenção de infecções graves e morte, os benefícios da imunização em pessoas com mais de 40 anos superam claramente os riscos.

Então: Segundo os autores, os benefícios da vacinação só superam os riscos a partir dos 40 anos. Isso não soa mais como uma defesa sincera da vacina COVID-19.

É claro que isso é seguido por uma série de argumentos gerais a favor da vacinação, especialmente para a vacina BioNTech/Pfizer. Mas isso não torna a frase citada acima menos importante, ou ainda mais surpreendente.

A propósito, a primeira autora Dra. Ann Marie Navar relata nas divulgações conflito de interesses, onde  pessoalmente recebeu honorários da Pfizer e astraZeneca, fora do escopo deste trabalho.

Novas descobertas sobre efeitos colaterais e danos tardios de  miocardite após a vacinação contra o MRNA

Talvez essa nova avaliação, um pouco mais diferenciada, tenha algo a ver com o fato de que cada vez mais, fatos sobre os efeitos colaterais e malefícios das novas vacinas estão se tornando conhecidos, através de  notícias perturbadoras sobre as perigosas consequências a longo prazo de miocardite após a vacinação MRNA, confirmadas também por novos estudos. 

Há razões para esperar que, em algum momento, uma avaliação racional de risco e uma discussão aberta (sobretudo aberta) sobre as vantagens e desvantagens das novas vacinas de  mRNA COVID-19 baseadas em genes possam prevalecer?

A autora deste relatório Dra Franziska Tischler pensa assim. Ela espera, que isso aconteça agora e não mais tarde, para que cada cidadão possa tomar uma decisão baseada no conhecimento a favor ou contra a vacinação, formulando um verdadeiro consentimento informado sem pressão e baseado em objetivos neutros e completos. E que todos os cidadãos sejam autorizados a tomar esta decisão com total autonomia!

A Dra Franziska Tischler escreve seus artigos sob um pseudônimo. Ela trabalhou em laboratório de microbiológica e imunoquímica por um longo tempo.

Gostou do conteúdo? Compartilhe:

1 comentário em “Um novo estudo da Escandinávia confirma (mais uma vez) o alto risco de inflamação cardíaca após vacinas de mRNA – especialmente em pessoas mais jovens.”

  1. O povo está sendo executado em massa, e mesmo assim estão achando que ficar venerando presindente é sufiente!
    Povo frouxo, lixo, que acha que cabe a um homem só resolver ouma guerra contra todo um estado maparelhado e degenerado!
    Daí, essas vaticinadas são é boas, pois quanto mais frouxo, covarde e irresponsável mais rápido vai morrer, e assim teremos uma espécie de seleção natural, e os sobreviventes talvez assim saiam do marasmo e da covardia e entendam que não basta gritar mito, é fundamental declarar guerra contyra esse estado criminal e EXECUTAR a todos os envolvidos nessa plandemia! E para isso só existe uma solução, é na frente dos quarteis!
    Entendam a teoria geral do Estado, onde a única estrutura indissolúvel em uma nação são o povo, seu braço armado (as FFAA), e a Terra delimitada e dominada, o estado só nasce depois quando já consolidado o território de um País, o povo atraves de constituinte delega poderes administrativos para os agentes do estado, quando os agentes do estado se sublevam, e legislam em causa própria é MOTIM, e para amotinados o que vale é PENA de MORTE!
    SE querem parar essa agenda, é declarando guerra contra o estado, e caçando e matando todos os envolvidos.
    Entendam de uma vez por todas, polícias são assassinos do estado, defendem o estado, quem defende o POVO, o País, a Nação SÃO AS FORÇAS ARMADAS!
    Está sendo montado um estado policialesco e todos batem palmas!
    Hoje em dia para se tirar uma CNH se permite o SEQUESTRO DE DNA, hoje por lei os lixos parlamerdares estabeleceram que qualquer policia rodoviária pode ROUBAR o DNA de um cidadão! E aí ainda tem idiota que acha que policias são para proteg~e-los, que merdicos querem beneficiar o povo?
    Para que DNA se não para tornar fenótipos alvos e vulneráveis para os caprichos estatais!
    Com biometria se mata qualquer pessoa teleguiadamente.
    Se duvidam sugiro que estudem sobre teoria de ondas e verão que qualquer pessoa que detenha biometria, eletroencefalograma, eletrocardiograma, pode simplesmente enviar o mesmo sinal eletromagnético de uma pessoa para ela mesma simplesmente DESLIGANDO essa pessoa, esse coração ou esse cérebro!
    Estudem, a coisa está INFINITAMENTE mais grave do que imaginam!
    E se achem que sou teórico de conspiração, estudem teoria de ondas, ou melhor, basta que façam um simples curso de rádio amador e entenderam que ondas idênticas enviadas em fase ANULAM ambas as ondas, a enviada e o alvo.
    Se for fora de fase gera interfer~encia, se for as ondas de um coração, gera fibrilação, taquicardia, arritmia, etc, e até colapsar por estresse! Se for cerebral, gera caos, alucinação, hiperexcitabilidade até o colapso.
    SE enviam ondas de 2 hertz para um cérebro, o dodno se suicida, pois é frequencia depressiva!

    FM usa desse método para funcionar, uma onda portadora carrega a onda da infomrção, e aí é cancelada por um sistema heteródino, e só sobra a onda informacional!
    Instrumentos musicais são afinados com essa ci~encia, teoria de ondas.
    Pontes colapsam com essa ciencia, estudem o que acontece quando um batalhão marchando entra em pontes, alias, estudem porque tropas marcham, qual é o efeito de todos marchando em uníssono!
    ESTUDA POVO, QUE VERÃO QUE TEORIA DE CONSPIRAÇÃO É BOM PARA GARANTIR A AGENDA DE DESTRUIÇÃO DA HUMANIDADE, LIVRE LEVE E SOLTA!

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *