Trieste o símbolo da resistência: “Quando uma sociedade vive apenas de mentiras, a luta pela verdade se torna um ato revolucionário”

Karina Michelin

Karina Michelin

Muitos políticos estão vivendo esta pandemia como uma ocasião irrepetível, é o famoso tudo ou nada pelo poder absoluto. Os meios de comunicação tornaram-se os maiores aliados, cúmplices e mestres na divulgação de falsidades implacáveis. A propaganda se transformou em uma arma letal para a sociedade contemporânea, assim como nas sociedades precedentes.  

A Itália foi o primeiro país do Ocidente a fazer propaganda de um vírus que saiu de um laboratório chinês, com o financiamento do National Health Institute americano. Este episódio levou a sociedade em um caos coletivo, acompanhando pelas mãos todos cidadãos ao surto psicótico de massa. 

Depois de quase 2 anos de restrições, leis liberticidas e o punho duro do estado, a população começa a despertar deste transe e se unir contra os atos totalitários deste governo surdo e autoritário. 

O que está acontecendo na Itália e em vários países do mundo reflete a nova ordem mundial, que traz em evidência o poder totalitário do estado, o esmagamento das liberdades, o cancelamento total da soberania de um povo e a destruição completa da chamada “democracia”.   

Durante este video podemos entender a construção da famosa “propaganda” política em cima de narrativas estudadas desde o período de Lênin, Stalin, Marx e Mao velhas táticas de guerra, atemporais que ainda surtem efeitos devastadores na sociedade. 

A história se repete, a política volta a sua antiga veste e vêm ao centro da civilização para dividir, confundir e ludibriar pessoas, em sua potência máxima. Extrema-direita e extrema- esquerda são a mesma face da moeda, se complementam e destroem a moral e a ética arrastando para o limbo eterno uma sociedade anestesiada e lobotomizada sacrificada por esses propagandistas do caos. 

Trieste se tornou um símbolo de resistência popular, que vem sendo atacado diariamente por falsas narrativas e falsos enredos. O povo unido tem a força e a potência de destruir qualquer sistema que o corrompa e tolha sua dignidade, o grande “poder” sabe disso e é por isso que ele tenta à todo o custo dividir para imperar. 

Nas manifestações do dia 07 de setembro no Brasil,  o “grande poder” teve que agir rapidamente e usar o Presidente da República  para acalmar os ânimos e dissolver um exército de gente que estava prestes a ganhar uma importante batalha contra o sistema, mas foram enganados e abafados por esse mesmo sistema. Desta vez em Trieste não está sendo diferente, milhares de pessoas se levantaram em uma só voz e estão dispostas ir até o final, o sistema entrou em curto circuito. Mais uma vez o estado profundo está tentando apagar um “incêndio” de pessoas que se levantaram, a tentativa de dissolver esse exército de gente com falsas narrativas e ameaças, é legítima.  

Vamos ver, se desta vez o povo italiano não cai nas armadilhas deste estado profundo, assim como caiu o povo brasileiro e sigam em frente até o final. Só poderemos sair deste regime quando todos os povos se levantarem em uma só voz contra esse sistema nefasto. 

A luta é do povo contra o sistema.

Gostou do conteúdo? Compartilhe:

Compartilhar no facebook
Compartilhar no telegram
Compartilhar no twitter
Compartilhar no whatsapp
Compartilhar no email

2 comentários em “Trieste o símbolo da resistência: “Quando uma sociedade vive apenas de mentiras, a luta pela verdade se torna um ato revolucionário””

  1. Finalmente começou um movimento contra governinhos autoritários, estagiários do nazismo. Parabéns ao povo
    de Trieste. Espero que seja seguido por toda parte.

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *