Pular para o conteúdo

Scott Davison, presidente de uma das maiores empresas de seguros americana lança um alerta: “Estamos vendo as maiores taxas de mortalidade da história”

Karina Michelin

Karina Michelin

Scott Davison, CEO da seguradora OneAmerica, com sede em Indianápolis – foi um dos vários líderes empresariais e profissionais de saúde que falaram durante uma conferência virtual organizada pela Câmara de Comércio de Indiana em 30 de dezembro. Davison disse: 

Estamos vendo, neste momento, as maiores taxas de mortalidade que vimos na história – não apenas na OneAmerica, os dados são consistentes em todos os participantes desse negócio.”

A empresa de seguradora está operando no mercado há quase 150 anos, desde 1877- vale US$ 100 bilhões de dólares e tem aproximadamente 2.400 funcionários.

Davison disse que o aumento das mortes é enorme, e não são os idosos que estão morrendo, mas sim principalmente pessoas em idade de trabalho de 18 a 64 anos- são funcionários de empresas que têm planos de seguro de vida. Ele disse que, ao mesmo tempo, a empresa está vendo um “aumento” nos pedidos de invalidez –  no início eram pedidos de invalidez de curto prazo, agora o aumento está em pedidos de invalidez de longo prazo.

Segundo Scott Davison, no terceiro trimestre de 2021 as taxas de mortalidade aumentaram 40% em relação ao período  pré-pandêmico, e veio crescendo no quarto trimestre.

O impacto nas apólices de seguro é enorme e os custos exorbitantes deste crescimento na taxa de mortalidade irá afetar os custos que serão repassados àqueles que possuem as ações de seguro de vida – terão que pagar mais caro.

Só para você ter uma idéia de quanto isso é  ruim, seria uma catástrofe de três sigmas ou uma em 200 anos seria um aumento de 10% em relação à pré-pandemia. Então, 40% é simplesmente inédito.” disse Scott.

Na mesma conferência  em que Scott Davison falou, Brian Tabor, presidente da Associação Hospitalar de Indiana, disse que os hospitais em todo o estado estão sendo inundados com pacientes “com muitas condições diferentes”, dizendo que “infelizmente, a saúde média dos “Hoosiers” diminuiu durante a pandemia.

Brian Tabor confirmou  que a taxa de mortalidade extraordinariamente alta citada por Davison correspondia ao que os hospitais do estado estão vendo.  Tabor não tem a resposta do por que tantas pessoas no estado estão sendo hospitalizadas – para que condições ou doenças.

A única evidência concreta é que o número de internações no estado é maior hoje do que antes da vacina COVID-19 ser introduzida – há um ano, “na verdade é maior do que nos últimos cinco anos”, disse a Dra. Lindsay Weaver, diretora-médica de Indiana, em uma coletiva de imprensa  na quarta-feira com o governador Eric Holcomb.

Apenas 8,9% dos leitos de UTI estão disponíveis nos hospitais do estado norte americano. Mas a maioria dos leitos de UTI não são ocupados por pacientes COVID-19 – apenas 37% são, enquanto 54% dos leitos de UTI estão sendo ocupados por pessoas com outras doenças ou condições.

O que os fact checkers vão fazer agora? Qual será a justificativa para suas narrativas? Uma coisa é certa, depois da vacinação em massa as pessoas não estão mais morrendo de Covid. 

Gostou do conteúdo? Compartilhe:

37 comentários em “Scott Davison, presidente de uma das maiores empresas de seguros americana lança um alerta: “Estamos vendo as maiores taxas de mortalidade da história””

  1. Neuza Carvalho Caffaro/Profa.

    É bastante preocupante, em especial qdo a indústria das vacinas não se responsabiliza pelos efeitos adversos. Tenho 72a, sofremos com a perda de pessoas amigas que receberam duas dose da vacina, apesar da nossa idade, nenhuma delas tinham qualquer prevalência de doenca crônica, mas suas vidas foram interrompidas.Dai, temos que expressar uma forte desconfiança, nos que defendem a aplicação de vacinas em crianças. E até soubemos que um Juiz “louco” decidiu que os pais perderiam guarda de seus filhos,caso houvesse recusa. Precisamos de consensos entre os profissionais pediatras, em lugar de ditadores que desconhecem a questão!!

      1. O interesse comercial, ganhos financeiros, está em primeiro lugar, eu não viu big shot, tomar vacina junto com a população, STF, SENADORES, DEPUTADOS,GOVERNADORES. Daí a obscuridao, na minha humilde visão, existes interesses escusos. O combate de qualquer doença e a imunidade alta. Existem tratamentos alternativos usados no mundo a mais de 500 anos, e eficaz, eu faço uso há 17anos, e tenho 76anos e minha esposa também faz, é portadora de hepatite C. Mas de um custo baixíssimo, então não há interesse, pq os laboratórios são conta. Acabaram com os hospitais homeopatas na década de 20, pelos poderosos como Rockefeller, Rosthichilde e outro para implantar os laboratórios de alopatia.
        Hipócrates dizia”O CORPO TRAS EM SI A CURA E A REGENERAÇÃO”
        O tratamento alternativo que faço para combater as enfermidades, foi usado para combater a febre tifoide, um dermatologista em 1924, a sua tese de doutorando, foi com bas e nesse tratamento, que faço, conheço várias pessoas com doença graves e auto imunes, que hoje estão curados, mas no Brasil é proibido, enquanto que na Suissa, Estados Unidos, Europa, faz quem quer.

        1. Gostaria muito de saber qual o tratado Sr realiza, tenho a esposa que é candidata à transplante de pulmão, que infelizmente por causa desta pandemia, está esperava muito tempo!

      2. O que mais me impressiona, é que os Brasileiros Vacina Lovers querem tomar 4/5 doses e acham normal pessoas caírem feito moscas, terem AVC, Trombose, Infarto fulminante. Não pesquisam , dizem que somos loucos e pasmem , qdo enviei um alerta do Dr. Zeballos dizendo dos possíveis efeitos em crianças, ela teve o desplante de responder que ele não era Cientista.

        1. Pois é, uma colega Profa Dra, respondeu assim quando eu tentei discutir a questão toda: “Eu não discuto ciência”.
          Vindo da diplomada, foi das coisas mais imbecis que eu já escutei.

          1. Fátima Julião Pinezi

            Infelizmente estamos vivendo um holocausto, privados que fomos e somos de nos visitarmos, nos abraçarmos, de nos confraternizarmos, de irmos e virmos. Tivemos nossos direitos sequestrados por governadores e prefeitos que contaram com a anuência do STF.
            Se o POVO não se unir e por fim nesse extermínio sistemático, apoiado por certos governos, daqui a pouco estaremos seguindo rumo às câmaras de gás, se continuarmos fechando os olhos para o óbvio e aceitando tudo passivamente, como cordeiros a caminho do abatedouro.
            A Agenda 2030 quer apenas 1 bilhão de pessoas no mundo e somos 7,8 bilhões. Entenderam o que isso significa?

          2. Pois deverias ler a frase do grande filósofo Karl Raimund Popper foi um filósofo e professor austro-britânico. Amplamente considerado um dos maiores filósofos da ciência do século XX, Popper é conhecido por sua rejeição das visões indutivistas clássicas sobre o método científico em favor do falsificacionismo.
            “Não é possível discutir racionalmente com alguém que prefere matar-nos a ser convencido pelos nossos argumentos”
            Ou esta:
            “A história da ciência, como a de todas as ideias humanas, é uma história de sonhos irresponsáveis, obstáculos e erros. No entanto, a ciência é uma das poucas atividades humanas – talvez a única – em que os erros são criticados de forma sistemática e muitas vezes, ao longo do tempo, corrigidos”

          3. Diz a pseudo Dra.
            Que se não a perguntas a serem respondidas, não a ciência!
            Tem um monte de pseudos Doutores(as) que deveriam dar um destino mais adequado em seus diplomas, por exemplo banheiro.

          4. Os que tem bom senso não querem perder tempo com os que não tem. Acredito eu que é este o pensamento de alguns dos profissionais de saúde que ja a muito tempo estão sendo massacrados por colocar a opinião deles.

        2. A população está anestesiada pelo pânico e medo que foi implantado no mundo por meio de uma operação de guerra psicológica/biológica muito bem arquitetada por atores que querem implantar um regime totalitário de controle absoluto. “O medo e pânico nunca foram ou serão bons conselheiros. “

          1. Só uma interferência divina que levasse malditos donos do mundo,mas não os matassem aqui n uterra suas malditas almas ficariam na terra. Eles deveriam ser levados vivos para outra galaxia.

        3. Hellen de Assis Motta

          Sinceramente, quantos anos temos vacinas.
          Além disso vcs preferem morrer de COVID ?
          Basta ver que os índices da COVID caíram muito após a vacinação.

          1. Antes das vacinas as pessoas só morriam de COVID, após tomarem as vacinas as pessoas estão morrendo de outras doenças . Porque essa mudança repentina de mortes?

            1. Porque a vacina contém a proteina Spike que é mutante, causa câncer, doenças autoimunes, aves, infarto, miocardites entre outras , será mortalidade em massa pela ganância e diminuição populacional.

            2. Josias Antônio Oliveira

              A muito tempo temos vacina e não uma TEI(Terapia experimental injetável) com MBE(Material Biológico Experimental). Quanto a queda de morte não foi por conta da vacinação é sim da chuva que chegou ao seu pico em abril de 2021, basta conferir no gráfico da estatística de Bruno Campello.

            3. Hellen, a queda nos casos de COVID já era esperada: imunidade de rebanho, quando mais de 60% do grupo teve contato com o vírus. Agora vemos os efeitos ADVERSOS dessa engenharia genética.

            4. Sim, a diferença é que as vacinas que tomamos não são emergenciais… essas vacinas contra covid feitas as pressas para que se tentasse de alguma maneira “conter” à pandemia… o problema é que não teve tempo hábil para testes fossem realizados como as outras vacinas, então tudo o que anda acontecendo tem que ser analisado pois são testes em tempo real… não sabemos ainda se todas as pessoas poderiam tomar, se 2 ou 3 doses pode ser muito ou causar algo em certas pessoas. Muito cedo ainda… mas estamos vendo que algo esta acontecendo com tantas mortes súbitas em pessoas jovens e saudáveis.

            5. É desalentador!
              Eu tenho gente muito querida, que me responde assim também, qdo cito alguém que sei que é confiável. Mesmo se citar nome é referências.

            6. Morrer por efeito colateral da vacina COVID 19 é o mesmo que morrer de COVID.Entre a doença e a vacinação existe várias possibilidades de ser imunizado.

            7. Estas não são vacinas,
              São terapias genéticas.
              O objetivo é reduzir a população da humanidade.
              Bill Gates já disse: “com uma “vacina “ podemos reduzir 6 bilhões de habitantes.
              Procure saber sobre a Nova Ordem Mundial

          2. As cobaias acreditam que as “vachinas” são um sucesso. Ignoram as centenas de mortes por mal súbito, trombose, AVC. Fico pasma. Pessoas inteligentes não enxergam o óbvio. Acreditam que este experimento tem a mesma eficácia das vacinas de sarampo que tomamos na infância. É assustador. Quando crianças começarem a morrer, creio que haverá muito suicídio de pais arrependidos. O projeto do pânico/ obediência está dando certo. O que será da vida destes sequelados?!

            1. Está zcontencendo o que os governantes querem, diminuir a população, mas a grande massa está cega todo dia cai alguém de morte de avc mal súbito mas não querem ver.

          3. Saudações, Karina! Notícia bombástica! Mas o incrível é ver o jornalista Diogo Schelp publicar no seu Instagram que se trata de fakenews e que ele quisera dizer o contrário: que o aumento de mortes seria devido à Covid! Essa é a imprensa mainstrem dedicada a torcer a verdade. Um verdadeiro Ministério da Verdade (no pior sentido). A questão é: a verdade JÁ está aparecendo. Chegará o momento em que será impossível essa imprensa vendida esconder. Parabéns por seu necessário trabalho!

          4. Gilmar Barcellos de Freitas

            Tudo que é vivo um dia morrerá. As pessoas morrem, sempre morreram. E mesmo assim já somos quase 8 bilhões de humanos num espaço finito e com recursos finitos e já exauridos pela exploração insana. Sem nenhum sentimentalismo, tenho que é necessário que morra muito mais gente, e rápido, mesmo que isto represente prejuízo financeiro para uns poucos. Se não for assim, precisamos mesmo levar a sério a ideia de mudar para Marte.

            1. Vc com cérebro minúsculo tem essa visão distorcida e doente do mundo inteligente e maravilhoso que recebeu! Fácil de ser enganado! É tudo que eles querem!

            2. CHARLES LADVOCAT CINTRA

              Não Gilmar, não existe superpopulação. No Brasil em média há 30 habitantes por km2. O egoísmo do homem é que tem causado tantos males. Veja a quantidade de dinheiro investida nas vassassinas…

          5. Uma coisa temos que admitir. Quem está achando o máximo ser cobaia de graça de um experimento lucrativo para outro são os habitantes de Nárnia. Quem tem os pés no chão no planeta Terra já sacou o lance. Considerando que tem sido inútil tentar aterrisar o povo de Nárnia, logo, em breve o planeta Terra se tornará mais inteligente.

            1. Vc não é só idiota, mas tbem perigosa. Vc deveria ser presa pois sua matéria põe em risco a vida dos menos desavisados.
              A reportagem original é sobre o aumento de mortes em relação a pré pandemia. A alerta que ele está se referindo aos efeitos caudados pelo COVID e grande aumento no custo de seguros para as empresas. Não tem absolutamente nada a ver com vacina como essa reportagem está falando.
              Esse tipo de reportagem só serve para piorar as coisa.
              TODA vacina tem possíveis efeitos colaterais em uma porcentagem mínima da população. Os benefícios de todas elas são milhões de vezes maiores que os possíveis maleficios.
              As produtoras de vacinas são imunes a processos judiciais e isso é válido para quer vacina e não só pra COVID. Remédios tbem entram nessa. Alguém já leu uma bula e os efeitos colaterais de algum remédio?
              https://www.findlaw.com/litigation/filing-a-lawsuit/can-i-sue-a-vaccine-manufacturer-.html

              1. CHARLES LADVOCAT CINTRA

                Aqui está uma lista de vários médicos que tentam trazer a verdade a você com grande custo para si mesmos. Pesquise-os em motores de busca e plataformas sem censura, como Duck Duck Go, Telegram, Bitchute, Rumble e Odysee.

                Existem dois vencedores do Prêmio Nobel da Paz e um nomeado nesta lista:

                Dr. Michael Yeadon (Former Pfizer VP)
                Dr. Robert Malone (mRNA inventor)
                Dr. Peter McCullough (most published on CV)
                Dr. Vladimir Zelenko (Nobel PP Nominee)
                Dr. Kary Mullis (PCR inventor/Nobel PP winner)
                Dr. Rima Laibow
                Dr. Naomi Wolf
                Dr. David Martin
                Dr. Luc Montainger
                Dr. Roger Hodkinson
                Dr. Geert Vanden Bossche
                Dr. Pierre Kory
                Dr. Sherri Tenpenny
                Dr. Judy Mitkovitz
                Dr. Andrew Wakefield
                Dr. Carrie Madej
                Dr. Robert Young
                Dr. Sucharit Bhakdi
                Dr. Zandra Botha
                Dr. Vernon Coleman
                Dr. Roberto Petrella
                Dr. Ben Tapper
                Dr. Michael Lake
                Dr. Christiane Northrop
                Dr. Simone Gold
                Dr. Sean Brooks
                Dr. Shiva Ayyadurai
                Dr. Jane Ruby
                Dr. Ryan Cole
                Dr. Kevin Stillwagon
                Dr. Afzal Niaz
                Dr. Rashid A.Buttar
                Dr. Paul Thomas
                Dr. Vanessa Passov
                Dr. Jessica Rose
                Dr. Christopher Rake
                Dr. Charles Hoffe
                Dr. Mark Mcdonald
                Dr. Jeff Barke
                Dr. Andrew Kaufman
                Dr. Manuel Alonso
                Dr. Amir Shahar
                Dr. Patrick Phillips
                Dr. Bryan Ardis
                Dr. Franc Zalewski
                Dr. Daniel Griffin
                Dr. Zandra Botha
                Dr. Rochagné Kilian
                Dr. Joseph Mercola
                Dr. James Lyons-Weiler
                Dr. Henry Ealy
                Dr. Jay Bhattacharya
                Dr. Michael Palmer
                Dr. Eddy Bettermann MD
                Dr. Harvey Risch
                Dr. Steven Hotze
                Dr. Dan Stock
                Dr. Sam Duby
                Dr. Francis Christian
                Dr. Chris Milburn
                Dr. John Carpay
                Dr. Richard Fleming
                Dr. Gina Gold
                Dr. Kevin Corbett
                Dr. Michael Mcdowell
                Dr. John Witcher
                Dr. Jim Meehan
                Dr. Chris Shaw
                Dr. Anne McCloskey
                Dr. Reiner Fuellmich
                Dr. Christiana Parks
                Dr. Amandha Vollmer
                Dr. Judy Wilyman
                Dr. Michael McConville
                Dr. Stella Immanuel
                Dr. James Nellenschwander
                Dr. Julie Ponesse
                Dr. Paul Cottrell
                Dr. Lee Merritt
                Dr. Rochagne Killian
                Dr. Larry Palevsky
                Dr. Natalia Prego Cancelo
                Dr. Hilde de Smet
                Dr. Elizabeth Evans
                Dr. Brian Hooker
                Dr. Joel Hirschhorn
                Dr. R. Zac Cox
                Dr. Mohammed Adil
                Dr. Ralph ER Sundberg
                Dr. Johan Denis
                Dr. Daniel Cullum
                Dr. Anne Fierlafijin
                Dr. Kevin Corbett
                Dr. Pior Rubis
                Dr. Pascal Sacre
                Dr. Nicole Delepine
                Dr. Lorraine Day
                Dr. Yoav Yehezkelli
                Dr. Nour De San
                Dr. Andreas Noack (in memoriam)
                Dr. Kelly Brogan
                Dr. Hervé Seligmann
                Dr. Annie Bukacek
                Dr. Mark Brody
                Dr. Steven LaTulippe
                Dr. Mark Trozzi
                Dr. Scott Jensen
                Dr. Byram W. Bridle
                Dr. Larry Palevsky
                Dr. Dan Erickson
                Dr. James Todaro
                Dr. Joe Lapado
                Dr. Richard Bartlett
                Dr. Ben Edwards
                Dr. Heather Gessling
                Dr. Bryan Tyson
                Dr. Richard Urso
                Dr. John Littell
                Dr. Scott Jensen
                Dr. Ben Carson
                Dr. Peter Schirmacher
                Dr. Pamela Popper
                Dr. Theresa Long
                Dr. Nancy Burks
                Dr. Russel Blaylock
                Dr. Shiv Chopra
                Dr. Suzanne Humphries
                Dr. Tori Bark
                Dr. Meryl Nass
                Dr. Raymond Obamsawin
                Dr. Ghislaine Lanctot
                Dr. Robert Rowen
                Dr. David Ayoub
                Dr. Boyd Hailey
                Dr. Roby Mitchell
                Dr. Ken Stoller
                Dr. Mayer Eiesenstien
                Dr. Frank Engley
                Dr. David Davis
                Dr. Tetyana Obukhanych
                Dr. Harold Butram
                Dr. Kelly Brogan
                Dr. RC Tent
                Dr. Rebecca Carley
                Dr. Andrew Moulden
                Dr. Jack Wolfson
                Dr. Michael Elice
                Dr. Terry Wahls
                Dr. Paul Thomas
                Dr. Stephanie Seneff
                Dr. Richard Moskowitz
                Dr. Jane Orient
                Dr. Richard Deth
                Dr. Lucija Tomljenovic
                Dr. Chris Shaw
                Dr. Susan McCreadie
                Dr. May Ann Block
                Dr. David Brownstein
                Dr. Jayne Donegan
                Dr. Troy Ross
                Dr. Phillip Incao
                Dr. Robert Mendelson
                Dr. Theressa Deisher
                Dr. Sam Eggertsen
                Dr. Peter Doshi
                Dr. Shankara Chetty
                Dr. Elizabeth Eads
                Dr. Kurt Malhom
                Dr. Carolyn Bosack
                Dr. Heiko Shoning
                Prof. Retsif Levi
                Dr. Aseem Malhotra
                Dr. Patricia Lee
                Dr. Daniel Nagase
                Dr. Mobeen Syed
                Dr. Bruce Patterson
                Dr. Randi Juanta
                Dr. Phillip McMillan
                Dr. Peter Gotzche
                Dr. Kurt Malholm
                Dr. Sam Sigoloff
                Dr. Suzanne Humphries
                Dr. Ariyana Love
                Dr. Pierre Gilbert
                Dr. Nathan Thompson
                Dr. Scott Youngblood
                Dr. Peterson Pierre
                Dr. Darell Wolfe
                Dr. Mary Tally Bowden
                Dr. Thomas Ynges
                Dr. Guido Hofmann
                Dr. Anne Mcclosky
                Dr. James Grundvig
                Dr. Amanda Vollmer
                Dr. Kevin Stillwagon
                Dr. Luis Miguel de Benito
                Dr. Bruce Boros
                Dr. Steven Gundry
                Dr. Ray Page
                Dr. Tess Lawrie
                Dr. Andreas Noack
                Dr. Mark Hobart
                Dr. Peter Campbell
                Dr. Peter Johnston
                Dr. Maria Emilia Gadelha Serra
                Dr. José Augusto Nasser
                Dr. Nelson Modesto
                Dr Alessandro Loyola
                Dr. Raissa Soares
                Dr. Jaime Bruning
                Dr. Djalma Marques
                Dr. Marcos Falcão
                Dr. João Jackson Duarte
                Dr. Anthony Wong (in memoriam)

                Pesquisem ainda sobre
                THE GREAT BARRINGTON DECLARATION, que reúne mais de 60.000 médicos de todo o mundo, clamando pela suspensão da vacinação.

                FICA UMA PERGUNTA:

                Quem será verdadeiramente perigoso ?

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *