Reino Unido: Boris Johnson anuncia o fim do passaporte de vacinação – Espanha, Romênia, República Tcheca também abandonam as restrições

Karina Michelin

Karina Michelin

O primeiro-ministro Boris Johnson confirmou sua intenção de afrouxar as restrições anti C-19 a partir de 26 de janeiro. Israel: políticos também questionam o passaporte de vacinação

A decisão era para ser tomada nas próximas horas mas foi antecipada pelo primeiro-ministro britânico durante o debate no Parlamento nesta quarta-feira (19).

Johnson disse no parlamento que o Reino Unido não haverá mais o passaporte de vacinação, que não terá mais obrigação  de trabalhar em casa (homeoffice)  e que o uso de máscara nas escolas será removido. 

Boris apresentou seu discurso ao Parlamento, alegando o “fantástico progresso ” do Reino Unido contra a Covid. O primeiro ministro está sob investigação no caso “partygate”.  Entre as questões a serem abordadas na investigação de Sue Gray,  está uma  festa em  20 de maio  de 2021 durante o lockdown  no jardim de Downing Street.

Durante o debate, as reações dos parlamentares de ambos os lados  no Reino Unido foram, como sempre, muito acaloradas. Muitos apoiaram a proposta de se liberar das leis liberticidas de Johnson, mas a oposição insiste em querer afastar Boris Johnson do cargo. 

Em Jerusalém foi o ministro das Finanças de Israel, Avigdor Liberman, que escreveu em um tweet : “Não há lógica médica nem epidemiológica no passaporte de vacinação , e muitos especialistas concordam com isso. Em vez disso, tem um impacto direto na economia, no cotidiano e também tem contribuído para o pânico da população. Trabalharei com todas as partes para cancelar  o passaporte de vacinação  e trazer de volta a normalidade.”

Reino Unido e Jerusalém querem remover as leis liberticida.  Em parte porque como afirmou Boris Johnson o país teve sucesso na operação contra o C—19, e hoje o país pode respirar mais aliviado esperando que a Omicron tenha trazido o fim da pandemia. Já no caso de Israel  a operação C-19  não obteve os  benefícios desejados para a contenção do vírus, mesmo com uma campanha de vacinação maciça, somado aos lockdowns.

A Espanha também optou por acabar com esta pandemia, decidiu tratar o coronavírus como sempre foi, ou seja, uma comum  influenza. Mesmo com essa ferida no sistema, os países continuam esticando a corda e levando o povo ao stress absoluto, aqueles que se opuserem a agenda de Davos será punido duramente.

A Romênis e a República Tcheca também somaram a lista de países que estão retirando as restrições à Covid e as obrigações de vacinação.

Está cada vez mais comprovado que, com as medidas restritivas cerceando nossas liberdades fundamentais, esta ferramenta de controle não impediu o aumento de casos e até mesmo de mortes diárias – por isso, se torna imprescindível a abolição total deste instrumento ( passaporte de vacinação) que só traz o controle social e o caos na sociedade.

Gostou do conteúdo? Compartilhe:

10 comentários em “Reino Unido: Boris Johnson anuncia o fim do passaporte de vacinação – Espanha, Romênia, República Tcheca também abandonam as restrições”

    1. Esta pandemia é um engodo desde o início. Se mantiverem as restrições é o mesmo que constatar que os governos atuais foram incompetentes em suas medidas. Como vem eleições por aí, principalmente nos EUA, então, a regra do jogo precisa ser alterada. Veja a análise no artigo do link que se segue. Perfeita! Sempre foi por política e controle, nunca por saúde:

      https://articles.mercola.com/sites/articles/archive/2022/01/19/pandemic-narrative-undergoes-radical-u-turn.aspx

    1. O que eu sei é que uma amiga passou férias lá e ninguém pediu à ela o passaporte nos lugares públicos.
      Diferente daqui de Portugal, onde só entra com o certificado

  1. Não foram obrigados a nada foram sim pressionados e coagidos com medidas inconstitucionais. Quem se precipitou só o tempo o dirá quem se aguentou sem entrar em paranoias e porque se questionou verá a sua recompensa e ela é que a vida!

  2. NÃO VEJO ESSE TEATRO SINCRONIZADO COM OTIMISMO, MAS COM DESCONFIANÇA! OS SENHORES DAS SOMBRAS NÃO VOLTARÃO ATRÁS POR SENSATEZ, COMPAIXÃO OU AMOR AO PRÓXIMO. TALVEZ VENHA ALGO MAIOR DO QUE A PANDEMIA PELA FRENTE… É TEMPO DE ORAR E VIGIAR! LOGO, LOGO, TODO O OLHO VERÁ A VERDADE.

  3. O mais interessante é que somente os trabalhadores da Saúde e limpeza possui anticorpos né!!!???
    Estou trabalhando normalmente
    Acredito que somos diferentes kkkk só pode…
    É o seguinte já tá demorando demais esse mimimi Lockdown, homeoffice, burocracia de passaporte vacinal, pura hipocrisia. Atualmente as pessoas convivem normalmente nos finais de semana, na segunda feira estão com sintomas gripais, ou até mesmo covid tem que se manter afastados.
    Serão quantos afastamentos?
    Uma vez que se encontra inteligente e combatendo o estrago do vírus…
    Passou da hora de cada um se responsabilizar pelo seu corpo se cuidar para que continuem a fortalecer seu organismo.
    E vida que segue dentro da normalidade

  4. Pingback: Dinamarca também declara o fim da emergência – Karina Michelin

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *