Pular para o conteúdo

Great Reset: Escassez de diesel na Áustria pode limitar a velocidade nas estradas

Karina Michelin

Karina Michelin

O governo austríaco já propôs várias medidas de redução de custos para economizar esse “precioso líquido”.

A Áustria enfrenta um problema crescente, anuncia o Die Presse ( aqui ) : “O país não tem diesel”. Na república dos Alpes, a reserva deste combustível em alguns pequenos postos de gasolina já se esgotou. E “nos próximos dias corremos o risco de recorrer às reservas públicas de combustível reservadas para emergências”, assegura o diário vienense. “A escassez só vai piorar até o final do verão.

Segundo a manchete conservadora, “os políticos [austríacos] já estão discutindo medidas econômicas”. Entre elas, a implementação do limite de velocidade em 100 km/h nas autoestradas, contra os atuais 130 km/h, o que permitiria poupar até “um quarto do combustível” consumido pelos automobilistas. A coalizão de conservadores e verdes também planeja apoiar a petrolífera privada OMV.

Vários fatores explicam a escassez na Áustria. Em um país onde mais da metade dos carros são movidos a diesel, a demanda é forte após uma queda temporária ligada à pandemia de Covid-19 . “Somado a isso está o alto consumo do mundo da agricultura.”

No entanto, as importações caíram nos últimos meses, especialmente da Rússia. Apesar de “ o embargo ao petróleo russo ainda não estar oficialmente em vigor”, este grande fornecedor da União Europeia já não é considerado um parceiro comercial de confiança no contexto da guerra na Ucrânia .

Especialmente porque as refinarias europeias estão enfrentando dificuldades. Vários estão parados para manutenção ou devido a problemas técnicos. “A refinaria Schwechat, a única na Áustria, quebrou após o trabalho de manutenção” – lamenta Die Presse: “Não produziu muito, alguma coisa, por pouco menos de três meses.”

A União Europeia parece estar desmoronando frente aos problemas causados pela guerra.

POR: LUCCAS LIMA

correspondente internacional na França

Gostou do conteúdo? Compartilhe:

8 comentários em “Great Reset: Escassez de diesel na Áustria pode limitar a velocidade nas estradas”

  1. Caros, o que acho pertinente a acrescentar é que não existe falta de combustível, existe MANIPULAÇÃO em relação a TODAS as fontes energéticas.
    O motor a explosão movido a hidrogênio via água foi desenvolvido na década de 40/50, a primeira patente foi espanhola. Só nos EUA existem mais de 5 patentes EFETIVAS de automóvel movido a “água”. Stanley Meyer no fim do século passado cruzou os EUA em um carro gaiola (aqueles buggy feitos de tubulões) movido a água. Foi envenenado por conta da audácia de tentar quebrar monopólio judaico (kahal)!
    No fim do seculo retrasado Rudolf Diesel inventou o motor a diesel, motor que não foi criado para funcionar com óleo fóssil, mas sim óleo de canhamo (cujo anagrama é maconha) e de amendoin e eventualmente todo e qualquer óleo vegetal, entretanto devido ao maior rendimento de óleo em relação a massa, a semente de maconha é disparada a mais efetiva fonte de óleo vegetal, é o mais fino óleo e com maior proporção em relação à materia prima.
    Foi suicidade em 1913 quando buscava investimentos para seu invento.
    Aqui no Brasil existem diversos projetos de motor a água, o mais famoso foi na década de 70, um inventor fez um corcel movido a água, roletou na cinelândia e até mostrou ao presidente, mas seu projeto sumiu e ele também.
    Para facilitar o entendimento.
    Alegam que carro a água não funciona porque a quantidade de energia necessária para dissociar o O do H2 é igual a conseguida pela explosão, e isso é MENTIRA!
    Cada explosão na camara de combustão exige uma gota de água e dissociar uma gota de água com até a fagulha de uma vela de ignição é BANAL.
    Ou seja, QUALQUER AUTOMÓVEL COM MOTOR A EXPLOSÃO PODE FUNCIONAR COM ÁGUA, APENAS EXIGINDO CALIBRAGENS E AJUSTES!
    Leiam um mínimo sobre eletromagnetismo, façam experimentos e entenderão que SEMPRE FORAM ENGANADOS EM TUDO!
    Não achem que só mentiram para vcs só nesse caso de vacinas e gripes plandêmicas!
    TUDO É MENTIRA E EU PROVO.
    Mas me aterei ao motor diesel.
    O motor diesel funciona da seguinte forma, se pulveriza o óleo, o óleo pulverizado fica com mini gotículas que facilmente conseguem atingir o ponto de ignição.
    Esse processo segue a lógica irredutível da sinterização.
    A sinterização consiste em fundir um material se utilizando de seus particulados, ou seja, para derreter um metal por exemplo, é exigido muito calor, entretanto se esse metal estiver em pó, a coisa muda de figura, pois a quantidade de energia calórica para derreter um grão é infinitezimal, daí, a superficie de contato aumente visto que zilhões de pós têm a superficie de exposição ao calor insamente maior que um bloco sólido de igual material!
    90% das manufaturas de titânio são feitas por sinterização, devido ao custo insano de derretimento do titânio, com um ponto de fusão lá em cima!
    Assim, o óleo “sinterizado”, pulverizado, facilmente inflama em suas micro partículas.
    Daí se comprime esse “vapor” de óleo, e como é sabido, dado um volume e temperatura específicos, a temperatura aumenta conforme diminui o volume, e a temperatura diminui conforme o volume aumenta, são inversamente proporcionais!
    Dai, se comprime a mistura ar e óleo dentro da camara de combustão até que ela ignicione todo o óleo, e no que isso acontece, o calor aumentado instantaneamente garante a expansão, forçando o movimento do pistão.
    Todo motor a explosão de pistão pode sofrer pré ignição, gerada pelo calor da compressão, em carros a gasolina ou nafta esse fenômeno é chamado de bater pino, ficar fora do ponto etc. E é perigoso, pode perfurar os pistões, pois gera uma mini explosão quando ainda está havendo a compressão.
    Pela menor capacidade ignicionante dos óleos em relação aos hidrocarbonetos, o motor diesel funciona unicamente com compressão!
    Não existem peças elétricas ou eletrônicas em carros a diesel antigos, salvo a vela de aquecimento que não é fundamental mas útil para facilitar a ligada com motor frio.
    Por conta disso, nenhum motor diesel simples pode ser parado por pulso magnético!
    Ou seja, se houver uma explosão atômica (que gera pulso magnético), atrás de um sujeito com carro diesel, se ele não estiver próximo demais ao epicentro do kabooom, o carro continua fungindo na boa, daí é só fazer os cálculos de vento em expansão. Para entender, o vento vertical de uma explosão nuclear é maior do que o horizontal, e um veicúlo a cem km/h recebendo um vento de 200km/h por trás equivale a apenas 100 km/h, logo só sacode e mais nada!
    Resumo da bagaça, um diesel em fuga do caos tem alta chance de escapar incólume!
    Carros diesel SÃO IMPARÁVEIS, eles não precisam de energia, só precisam da cinética, e por isso esse motor foi proibido por muito tempo, e só foi liberado depois que o Rudolf já havia sido obnubilado em sua história, permitindo com que lixos rockfellers “em homenangem” ao Diesel nominasse aquele óleo que era RESÍDUO INDUSTRIAL FÉTIDO ORIUNDO DO REFINO DA GASOLINA, e que antes era custoso de eliminar do meio ambiente (a mesma coisa com o fluor, tóxico extremo nunca foi permitido na natureza, daí a industria do alumínio e do urânio inventou cientistas odontológicos para emplacar a mais abomin~´avel agenda de envenenamente em massa da população mundial, o fluor na água e nos dentes! Fluor NUNCA evitou carie! ISSO É MENTIRA!
    Hoje fazem carros diesel que já saem de fábrica sabotados, mas como a impotencia é REGRA (vide viagra e outros), todo néscio impotente clama por um motor mais veloz e possante, daí se garante o álibi para se emplacar eletrônica embarcada em motor diesel!
    Um motor diesel sem partes eletroeletrônica é mais barulhento, e com giro mais lento, daí se emplaca a eletrônica que monitora a alimentação do óleo vaporizado, otimizando a queima!
    SEndo que bastava mudar o modal do combust´[ivel que acabava com a poluição!
    MOTOR DIESEL FUNCIONA COM QUALQUER ÓLEO VEGETAL!
    Mas para isso é fundamental entendermos que a qualidade da explosão é determinada pela baixa viscosidade e coesão molecular do óleo!
    Entretanto isso não é empecilho, visto que basta aumentar a temperatura que se reduz a viscosidade e se aumenta a fluidez do óleo!
    Ou seja, se colocar óleo de cozinha quente como combustível, o motor funciona na boa!

    A única manobra necessária para se emplacar as agendas dos plutocratas é o azeitamento da ignorância, da estupidez!
    Se até aqui no blog, em vez de boçais palpitarem sobre os modos dos mensageiros, se limitassem a absorver as mensagens, essas agendas de sequestro de recursos NUNCA aconteceriam!
    O que mais me enoja é que TUDO o que coloco é facilmente auferível e em materiais simples, sem nenhum conhecimento especializado! Mas o povo prefere a cafajestice empedernida!!!
    Conhecimento é poder, povo!
    Estudem e entenderão que tudo é uma armadilha maldita, nossa sociedade sempre foi fundada sobre os preceitos do ENGANO!
    Europeus alegam ser de “primeiro mundo”…. mas que merda de primeiro mundo é essa que a macacada deixa de ter conhecimento alegando que o google faz o serviço, a IA é a servente, e toda sorte de imbecilidade como desculpa para o chafurdar na lama da estupidez???
    Estamos em guerra, e ainda tem quem prefira entrar em guerra contra meus textos em vez de se focarem na mensagem!
    ESTUDEM, A COISA ESTÁ PIORANDO E NÃO VAI PARAR DE PIORAR SEM A NOSSA INTERVENÇÃO DIRETA!

      1. Cara Márcia, aqui no blog da Karina ficarei palpitante até que a dona me defenestre! 😀
        Acho legal essa dinâmica, acaba que quem dá a pauta é a BOSS e não eu. Daí, acabo diversificando as propostas.
        Tenho até um blog onde escrevo, mas lá o texto é mais punk, hardcore, e por conta disso, lá sou meio abominado, são textos mais compléxos com uma pegada mais ensaista e chutadora de balde.
        Achar o blog é complicado, eu teria que fornecer palavras chaves, pois ele não é listado pelo google, apenas éw citado caso se escreva as palavras chaves.
        Mas voltando aos combustíveis, eu sugeriria que vc procurasse se aprofundar no motor stirling e o rotor perendev.
        O stirling é motor térmico, ele “COME” o calor e transforma em movimento!
        Ou seja, é um motor que reduz temperatura. O motor antiaquecimento global, e ainda assim esse motor com mais de 150 anos é escondido de todas as formas pois além do maior rendimento em termos de motores térmicos (inclusive os de explosão) tem uma liberdade de combustível absurda, o que nos liberta da agenda de sequestro e sabotagem energética dos plutocratas!
        Alias, seguindo essa proposta mais implosiv a e menos explosiva sugiro que procure sobre as propostas de Victor Schawberg, material d[ificil de se encontrar!
        Já o perendev é o clássico “moto contínuo” ou “moto perpétuo”, consiste em um eixo lotado de imas em polaridade idêntica à dos imas que envolvem esse eixo/rotor, e no que esse eixo entra no escudo externo cheio de imas, ele gira alucinadamente buscando fugir da polaridade encontrada.
        O segredo é o gap que devemos criar para a soma de ambos os lados do ima deixarem de ser zero.
        Uma inclinação onde o polo exposto do ima do rotor junto ao escudo cheio de imas, não se anule com ele mesmo.
        Tem material na internet sobre o assunto.
        Existem outros motores cavernosos e ocultos do povo, entretanto esses dois são facilmente construídos, de forma que vale a pena se focar neles.
        Lembro que tudo de bom na internet é sistematicamente caçado e obnubilado, assim vale a pena salvar qualquer material didático de mecanismos. No início da internet eu achei que tudo seria eterno, pelo custo de mídias de backup deixei de salvar muito material nobre que hoje já foram suprimidos, o próprio geocities tinha muito material nobre, alguns estão no archive. org, mas nem todos.
        Qualquer dúvida, pode perguntar, caso eu tenha a resposta não me furtarei a fornecê-la

      2. Marcia, em tempos de great reset, ou grande reinício, alguns conceitos estão sendo reiniciados. A questao dos combustiveis é uma dessas.

        E, para isso, estão trabalhando a resetar inclusive a cultura, a economia, os costumes, as leis, os direitos de propriedade. E também as mentes. Pode-se dizer que estao reiniciando mentes, ou, se é preferir, resetando brain. E por aí a coisa vai.

        Não que isso vá ajudar, não que isso vá indicar muita coisa, não que isso VA…PERA! Chega de dica, pois se o proprietário nao diz, pq um forasteiro deveria faze-lo?

        1. Como já dito exaustivamente aqui todo esse debate em torno dos combustíveis, efeito estufa, CO2, não passa de pretexto para controlar ainda mais os plebeus. Quando dizem que querem reduzir a emissão de carbono atente-se que VOCÊ É O CARBONO QUE ELES QUEREM REDUZIR.

          Desviando um pouco do assunto, mas ainda refletindo sobre combustiveis. Vocês já devem ter ouvido dizer ou até mesmo percebido que muitas vezes que você abastece o seu carro fica a sensação de que colocaram combustível “de menos” e cobraram “demais”? Pois é.aconteceu com uma pessoa que conheço. O carro dela tem um tanque de 51 litros. Chegou ao posto com mais de 1/4 de gasolina sem estar na reserva e… na hora de pagar o “moco” mostrou o painel da bomba. Litragem cobrada: 54 litros. Essa pessoa foi pra justiça vvai demorar e já sabemos que nao vai adiantar, mas a justiça já vem sendo feita no sentido de divulgar pra todos que esse posto tem o costume de abastecer menos do que vc paga.

          Nos olhos do cidadão médio isso não tem outra solução a não ser mais fiscalização, mais inmetro , mais selos, mais estado. E claro inevitavelmente mais impostos para bancar essa estrutura.

          Aí você analisa os veículos atuais. Já tem carro que até estaciona sozinho. Carro que breca sozinho pra não bater no carro da frente. Piloto automático. Os caraio a 4. Hoje em dia qualquer “pois é” novo de fábrica já vem o tal computador de bordo que, da a media de consumo, média de tempo tudo. Agora a pergunta que NINGUEM FAZ: porque o carro que voce paga quase 100 mil não dá a litragem que está contida no seu tanque? E mais, porque não pode ter um contador na boca do tanque para medir o tanto de combustivel entrou no seu carro?

          Agora o povinho acha mesmo que não tem uma baita rede ligada desde os projetos dos carros lá na fábrica, passando inevitavelmente pelo estamento burocratico até o posto do seu bairro que tá te roubando? Acorda povo. Estão colocando no seu fiofó, mas NÃO é lubricando com vaselina. É com AREIA mesmo.

          1. Caro CG, vale ir mais além!
            Por que carros não saem de fábrica já com bafômetros acoplados à ignição?
            Ter velocímetros com limitador, em vez de industria de multa.
            Farol central direcional como eram os Tuckers…
            Isso sem esquecer do famoso carro a ar que um engenheiro da renault F1 junto com o filho fizeram.
            A coisa mais simples! Era um motor a explosão só que a biela com articulação no meio, de forma que ficasse parada em posição de compressão por mais tempo, garantindo assim a explosão na hora que se injeta ar. O problema é a libragem do tanque de ar, alta, muito alta, e um tanque desses explodir por um acidente está agarantido uma bomba que faz mais estrago que tanque de gasolina!
            A lógica é simples, é a mesma do trovão.
            O trovão é o som da expansão do ar aquecido a temperaturas insanas instantaneamente pela descarga elétrica. Essa explosão é gerada unicamente com AR, mais nada!
            O que não falta é tecnologia revolucionária na web, o problema é surgir um procurador com algorítmos que rastreiem os materiais da internet, inclusive a deepweb, pois é lá que está a maioria do que presta, e claro, também abominações daqueles que promovem a degeneração na web superficial!
            A impressão desse materiais garante uma boa biblioteca de material para resetar great resets de vermes!

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *