Entrevista exclusiva com Dr. Robert Malone: “Não precisamos ter medo”

Karina Michelin

Karina Michelin

Entrevista exclusiva com Dr. Robert Malone

No primeiro dia da cúpula internacional dos médicos sobre o COVID-19 em Roma, eu tive o prazer de conhecer e conversar com muitos médicos que vieram de todas as partes do mundo. O que mais me surpreendeu foi a falta de jornalistas para cobrir este evento, poucos, aliás pouquíssimos. Sem contar aqueles jornalistas do sistema, que  passavam pelo Senado italiano somente para conseguir algumas entrevistas tendenciosas para depois usá-las no mainstream e distorcer totalmente a narrativa. Realmente eles não sabem nada do que falam…

Com isso quem perdeu foi o povo, mais uma vez. Ter a oportunidade de participar de perto de um evento como esse, para mim era um privilégio. Cheguei às 10:00hs da manhã e fiquei até quando finalizaram a sessão no senado, às 19:30hs da noite. Eu não perdi nem sequer 1 minuto de cada palavra emitida por estes médicos, posso garantir à vocês que ganhei mais conhecimento e mais argumentos relevantes para continuar nesta luta de narrativas. E contra fatos não há argumentos, não é mesmo?


Por volta das 14:07 hs voltando da pausa do almoço, entrando na sala do senado, dei de cara com o Dr. Robert Malone, e foi inevitável não bater um  bate-papo com ele. Ainda toda mascarada, desarrumada e até mesmo sem jeito resolvi iniciar uma entrevista improvisada com ele, que prontamente me atendeu. 

O que mais me chamou a atenção foi a sua humildade, a sua fala mansa, cheia de sabedoria que os anos lhes trouxeram, uma pessoa completamente desprovida de ego, algo raro nos dias de hoje, sobretudo quando pensamos nos médicos e cientistas que passaram a ser stars de televisão em vez de ser discípulos de Hipócrates. É… mais a ciência também tem dessas, ninguém está livre da tentação de um dia querer ser “Star”. 

Durante esta entrevista informativa, você também poderá assistir o discurso do Dr. Malone no Senado. Através deste discurso podemos entender tantas coisas, uma delas é que eles sempre estiveram prontos a acabar com esta pandemia desde o início, o problema é que ninguém quis ouvi-los….

Boa visão!

Gostou do conteúdo? Compartilhe:

Compartilhar no facebook
Compartilhar no telegram
Compartilhar no twitter
Compartilhar no whatsapp
Compartilhar no email

43 comentários em “Entrevista exclusiva com Dr. Robert Malone: “Não precisamos ter medo””

    1. Pelo que percebi, o medi o foi bem reticente sobre as vacinas e me.pareceu muito a favor das terapias precoces. Foi claríssimo em dizer que deixando os médicos exercerem a medicina, toso mu do se saira melhor.

      1. Muito certo. Atualmente, tem muita gente que não entendendo nada de medicina está dando palpites sobre o mal dessa pandemia. Deixem aos médicos o encargo da sua cura. Parabens ao médico entrevistado e, muito mais, a entrevistadora que reproduziu fielmente as suas palavras.

      2. Obrigada Karina , por informar tantas notícias importantes e necessárias em relação as vacinas. Muito importante manter o livre arbítrio na decisão do tratamento precoce, e também na opção de inserir ou não a vacina

      3. Elegante e cuidadoso ao comentar, mas deixou claro…
        Todos devem ter direito a escolher se deve tomar ou nao a vacina
        As vacinas não protegem…
        Não conhecem o que elas podem fazer…
        Há efeitos colaterais.
        Há grupos de pessoas que não precisam se preocupar em se vacinar…
        Há medicamentos correndo paralelo às big farmas, que podem e devem ser usadas e funcionam.

      4. Maristela Signori Zatera

        É isso aí Karina, valeu guerreira, estamos juntos nessa luta… o medo submete, inferioriza e até mata.É de heróis e heroínas como você e estes médicos que precisamos e não de narrativas que invertem a verdade a qual a mídia em geral está submetida. Parabéns Karina!

        1. Obrigada! Excelente! Já compartilhei com muitas pessoas. O seu trabalho é essencial! Continua firme. Todos os dias oro por pessoas como você, que lutam para disseminar a verdadeira informação e que lutam contra todo esse mal que querem a todo custo, implantar no nosso planeta. Parabéns!

      1. Parabéns Karina!
        O seu trabalho é muito importante para divulgar tudo o que esses médicos abnegados, que tiveram a coragem de enfrentar o sistema fizeram para tratar precocemente os pacientes.

      2. Importante que se aborde a imunidade de quem pegou covid que tem sido maior que as vacinas. Ou seja, quem pegou não deveria tomar o líquido experimental, principalmente com doenças autoimune.

        1. Pelo que percebi, o medi o foi bem reticente sobre as vacinas e me.pareceu muito a favor das terapias precoces. Foi claríssimo em dizer que deixando os médicos exercerem a medicina, toso mu do se saira melhor.

      3. Muito obrigada, Karina!!!! Como eh maravilhoso podermos acompanhar este evento importantíssimo através do seu site! Gratidão eterna!! Estamos de olho nessa Fraudemia, tentando( esta bem difícil) mostrar a verdade , principalmente sobre as vacinas experimentais, para as pessoas que convivemos e vacina das. Abrindo a mente de uma pessoa sobre as picadas…. está valendo muito, pois eh mais um que salvamos! Obrigada pelas informações! Estamos juntos! Dani ( Brasil- S.P)

      4. Maria Lúcia Barillo Ribeiro

        Finalmente, consegui!!!
        Gratidão pelo excelente trabalho e meus aplausos a todos os MÉDICOS que nos ofereceram tantas preciosas informações.
        Seguimos confiantes e sem MEDO.

      5. Parabéns pelo excelente trabalho Karina de nos proporcionar esta oportunidade de saber mais, afastando o medo pela falta de conhecimento da ‘VERDADE’ tão escamoteada por ‘aqueles’ que tem interesses escusos.

      6. Katia Di Gennaro Souza

        Karina
        Você é primorosa e suas informações são precisas!!
        Sabemos muito bem o que tudo que está acontecendo significa, bem como, também sabemos o porque da intransigência para adotarem os tratamentos precose e nos forçarem a todo custo a tomar a picada.
        Tempos difíceis!
        Obrigada por compartilhar tantas informações de qualidade e o principal e raro hoje dia, a verdade.
        Deus te abençoe sempre!

      7. Karina, parabéns pelo excelente trabalho!! Sobretudo por fazê-lo com tanta habilidade, cuidado, amor e verdade.
        Aguardando pelas próximas partes.
        Forte abraço

      8. Karina Michelin deu-nos esta gota de água e depois ignorou completamente quem lhe pedia a continuaçao dos Videos de entrevista …

        Me parece de extremo mau gosto e mau jornalismo!!! Aguardo uma explicaçao plausivel!!!

      9. POIS .. compreendi .. a entrevista foi antes da conferencia e eu pensei que iria continuar após conferencia Karina fez realmente um excelente trabalho pena que nao tenha mesmo continuado a entrevista após conferencia porque o dr Malone é um negativista demasiado informado além de ter sido o inventor das vacinas mRNA … sua palavra vale mais que a dos especialistas contratados pelas TV para induzir as pessoas a vacinar

      10. Luís Henrique Moretto

        Parabéns Karina mais uma vez por esclarecer e combater essa disseminação do medo. Como voce mesmo coloca o lockdown mental. Pena que essa doença em nosso país foi levada para o lado político, enquanto a população fica a mercê de jogadas de interesse comercial privando ao brasileiro de um tratamento precoce comprovadamente eficaz.

      11. Eu sabia que este dia chegaria e eu tinha certeza que a LUZ do conhecimento iria dissipar as trevas da nossa ignorância em relação à está doença, sintomas, suas consequências e os tratamentos!
        Gratidão a você Karina por cobrir este evento e nos trazer as verdades que estão sendo descortinadas e descobertas pelos cientistas e médicos que estão fazendo o que é sim a missão de vida deles! Eu defendo o que este médico confirmou! Sou super saudável, tenho 52 anos, me alimento bem, cuido do físico, da mente e do meu espírito e não quero injetar nada no meu corpo que eu não precise! Sou grata por ficar comprovado pelo medicina está opção e está possibilidade! Convivi dentro de cada com 2 pessoas com COVID-19, sem distanciamento, sem medo e com amor e cuidando dos meus queridos que precisavam de mim e não peguei a doença e nem manifestei sintomas! Quando a mente esta equilibrada não tem brecha para a doença! Trabalho com terapia holística equilibrando e harmonizando as relações humanas, e o que mais gera doença é são os conflitos e o medo, que agravam o estado do paciente, mas este é um próximo passo para a ciência comprovar! Eu confio e tenho esperança que chegaremos lá, onde cada um terá a certeza que a cura está dentro de nós, e não fora!

      12. CARMEM LÚCIA VERONEZI

        Karina, você brilhante como sempre. Não perdeu a oportunidade de aprender mais e dividir conosco. Muito obrigada pela sua persistência e resistência. Acredito que sua maior luta seja por pensar nos seus filhos que terão que enfrentar esse mundo “estranho” que estamos descobrindo. Porque o meu maior propósito em buscar as informações é pelos meus 2 filhotes de 11 e 14 anos. Converso com eles diariamente sobre o que estamos vivendo e como eles tem se sentido. Já avisei que poderemos sofrer restrições por optarmos por não vacinar. Mas sempre digo: a família vai enfrentar unida. E enfrentamos divergências com familiares que já se vacinaram e não entendem meu posicionamento. Mas sigo confiante com as respostas que tenho encontrado nos fatos. Que Deus proteja vc e sua família.

      13. Oi Karina Michelin…
        Voltei a comentar aqui novamente apenas para deixar este link(ver abaixo) olha o absurdo que estão fazendo com o Dr. Robert Malone.

        O New England Journal of Medicine (NEJM) proibiu o Dr. Robert Malone , o inventor da tecnologia de mRNA (RNA mensageiro), de acessar o site de seu jornal.

        Em uma série de tweets, Malone reclamou que o NEJM aparentemente bloqueou manualmente seu endereço IP em um “ato mesquinho” de retribuição por ele se manifestar contra os perigos de injetar mRNA nas pessoas, especialmente no meio de uma plandemia . ..

        Ver a matéria completa aqui:
        Link: https://pandemic.news/2021-10-09-medical-journals-censoring-scientists-robert-malone.html

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *