Pular para o conteúdo
Pesquisar
Close this search box.

Cerca de 15 milhões de doses da vacina Johnson & Johnson foram destruídas

Karina Michelin

Karina Michelin

É o que nos informa o New York Times, um acidente de processamento ocorreu nos Estados Unidos, em uma fábrica em Baltimore, Maryland. Acidente que, de fato, inutiliza um lote da vacina produzida pela Johnson & Johnson.

As autoridades federais atribuíram o acidente a erro humano: segundo a reconstrução, há várias semanas os funcionários da fábrica americana teriam “confundido” os ingredientes da vacina J&J com os da AstraZeneca, obrigando os reguladores a atrasar a autorização das linhas de produção. A fábrica é administrada pela Emergent BioSolutions, parceira da própria Johnson & Johnson e da AstraZeneca.

O incidente interrompeu o planejamento de futuras entregas de doses de vacinas da Johnson & Johnson nos Estados Unidos, enquanto a Food and Drug Administration investiga o incidente. O fato é que a entrega dessas dezenas de milhões de doses foram comprometidas, e atrasos nas remessas não podem ser excluídos, lembrando que a vacina da Johnson & Johnson é dose única, fator que permite acelerar as vacinações, sem contar que a sua armazenagem é muito mais simples, podendo ser mantida em uma geladeira normal.

A guerra das vacinas continua no seu auge: jogar no lixo 15 milhões de doses porque os químicos “erraram” na manipulação é um tanto quanto curioso, esperamos ansiosos para as próximas justificativas

Gostou do conteúdo? Compartilhe:

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Karina Michelin

Posts relacionados