Pular para o conteúdo
Pesquisar
Close this search box.

Boas noticias:A Suprema Corte do estado de Nova York restabeleceu todos os funcionários que foram demitidos por não terem sido vacinado

Karina Michelin

Karina Michelin

O tribunal decidiu na segunda-feira (24 de outubro) que “ser vacinado não impede que um indivíduo contraia ou transmita o COVID-19”. O prefeito de Nova York, Eric Adams , afirmou no início deste ano que seu governo não recontrataria funcionários que foram demitidos por causa de seu status de vacinação ( aqui ).

Somente a cidade de Nova York demitiu cerca de 1.400 funcionários por não terem sido vacinados no início deste ano, depois que a cidade adotou um mandato de vacina sob o ex-prefeito Bill de Blasio. Muitos dos demitidos eram policiais e bombeiros ( aqui ).

A Suprema Corte do Estado de NY reintegra todos os funcionários não vacinados demitidos, ordena pagamento em atraso, diz que o estado violou direitos, agiu de forma arbitrária e caprichosa, observa: “Ser vacinado não impede que um indivíduo contraia ou transmita o Covid-19”.

Além desta decisão coerente da Suprema Corte de Nova York, o prefeito da cidade de Nova York, Eric Adams, isentou oficialmente os atletas e artistas do mandato de vacinação contra o COVID-19 da cidade na quinta-feira (20 de outubro). ( aqui )

Esta é uma decisão extremamente importante e surpreendente, Nova York é composta por uma maioria de esquerda progressista, os danos causados pela obrigatoriedade da vacina é incomensurável e este é um caso real do nosso século. Todos os cidadãos, que foram discriminados e eliminados da sociedade, devem ter o DIREITO a seus danos compensatórios.

CARPE DIEM!

Gostou do conteúdo? Compartilhe:

19 comentários em “Boas noticias:A Suprema Corte do estado de Nova York restabeleceu todos os funcionários que foram demitidos por não terem sido vacinado”

  1. Agora é a hora da operação vaselina, com aquela escorregada estilo “saída à francesa”, sem contar a passada de pano classica dos cínicos de plantão! Depois de colocarem até o talo do povão, estão pedindo desculpas pelo (do) saco estar encostando na bunda! E assim os algozes vão virar os heróis das vítimas, que a maioria de vítima não é nada, pois implorou por isso 24 horas.
    Tenho a impressão de que se for bem azeitada a proposta da bomba nuclear, o povo até que pediria que fossem jogadas em suas cabeças! Convenhamos, pro primata que implorou ser cobaia em picada experimental porque não pediria bombas?
    De bombada em bombada, o povo vai ficando cada vez mais acostumado.

    1. Um texto ajustado à distopia que grassa…
      Mas pode apostar que esse papo de bombada que vc falou vai botar ideia demente na cabeça da macacada que entende buraco de merda órgão sexual, já tô vendo baitas clamando por um fat boy e um little man, só que tirando a Enola e deixando só o gay! 😀
      Essa chistada foi para obrigar a macacada a pesquisar a história, mesmo que mentirosa!!! 😀

  2. E nada é de graça! Graças aos pedidos incessantes dos ratos de laboratório, doletas e mais doletas, bonoros e mais bonoros, pesos e pesos de ouro, etc, foram escoados do dinheiro dos pagadores de impostos para os cofres dos que impuseram as mãos no bolso do “contribuinte” (como diz um amigo, não é obrigatorio, é compulsório!).
    Pleonasticamente, massa é a maioria, e a maioria ja é demente por natureza. É aquela questão lá de digitalmente “pesar os votos” ao invés de eletronicamente conta-los.

    1. Esses recursos escoados vão sempre para aqueles que garantem a massa abjeta acreditando que a ficha está caindo!
      Quem tá caindo é a macacada de vaticinada, mas isso não é nada!
      E esses quer embolsam os recursos sequestrados são os mesmos que criam os créditos, e financiamentos que garantrem metade de nosso pib entregue nas patas de lixos agiotas judeus para rolagem de dívida, divida essa que nunca tivemos (leiam a história secreta do Brasil de Gustavo Barroso)!
      “massa é a maioria, e a maioria ja é demente por natureza.”

  3. Poveco ainda não entendeu que existem vários níveis de mensagens nos discurso da elite, em uma mesma noticia.
    Para a massa ignara, amorfa, midiaticamente padronizada, essa noticia do post chega a soar como alguma coisa que esteja acontecendo para o bem das pessoas, que algum iluminado resolveu jogar a coisa no ventilador e acabar com a opressão plandemica e restaurar a ordem. Daí surgem os heróis mitológicos criados por seres que não são capazes de ser os agentes de ação e transformação (não confundir com trans) de suas próprias vidas e precisam de idolos para poderem se achar humano, ou, nesse caso, umano. Nesse grupo estão os noveleiros, futeboleiros, adeptos do culto cotidiano et caterva.
    Para uma parcela pequena, tal noticia já soa como um alerta, pois quem acompanha os movimentos dos donos do jogo sabe muito bem que tá vindo coisa pesada por aí, tudo dentro do plano que uns insistem em dizer para se confiar. So que os players precisam se isentar, lavar as mãos em algum bode expiatório que supostamente fez o trabalho “sujo”. Um mise an scene precisa ser criado como resposta ao povão, e, assim, pode até dar em alguma coisa, mas se restringindo à moça do postinho de “saúde” do bairro virando a grande culpada por ter passado de casa em casa com a sua pranchetinha com TODAS as informações familiares do bairro, “lembrando” quem se “esqueceu” de passar lá. E como do povo já foi subtraído 99,999999999% da capacidade de raciocínio e entendimento do que se passa a 1 palmo do seu nariz, é obvio que não vai perceber de onde veio e de onde vem mais bomba, semas diferenciar se é napalm ou nobraço.
    Agora, já para uma parcela ainda mais restrita, determinada noticia pode significar uma guinada, um sinal para meia dúzia iniciados se prepararem. Isso sem entrar em códigos de derrubadas de rochosos georgianos desconhecidos por 99,999% do populacho, que até quem está atento pode passar um pouco batido, imagina para quem acredita em tv!

    1. Caro CG, lendo seu texto não fica absolutamente evidente que os mandamentos empedradamente georgianos são para lá de pertinentes e até desejáveis?
      Se percebe de forma clara que a massa amorfa é PERIGOSA, pois o lixo manifesto cheio de ódio se sentindo traido vira demônio! E aí, caem não só bodes espiatórios, mas todos os vaticinados!
      As elites contam com isso, sabem que a agenda vai começar a pegar fogo, mas sabem também que a massa ou é soldados deles, as elites, ou são sabotadores da própria humanidade, e ainda tem o plano M, aquele que conta com macacos mortos vatcinados antes do caos total dar as cartas!
      Minha sugestão a todos é tirem seus dinheiros de banco tenham pelo menos o suficiente para sobreviver uns dois meses com tranquilidade em espécie.
      Esqueçam que algum dia usaram cartão de crédito (eu NUNCA usei, da mesma forma que NUNCA comprei nada a prazo) e usem dinheiro em espécie que essas agendas começam a desmoronar!
      Joguem fora seus planos de saúde, mas não encerrando conta mas sim com inadimplência, só nessa já caem uns milhares dejetos, pois vai gerar inbsolvêwncia e falencia dos planos de saúde e cartão de crédito, isso gerará um desmonte da agenda que é firmemente atrelada ao dinheiro de plástico e sobretudo a refenização via “saúde”!
      Pedir que larguem essa desgraça de smartphone sei que é demais, mas sugiro que optem por telefone celular, não tem os mesmos recursos mas têm a serventia fundamental.
      Usem seus smartphones somente para navegação e nunca para conversas, cancelem zap zap, face, essas lixeiras, e nessa jogada atingem fortamente a boca do estômago e do bolso do lixo sobrinho rockffeler zukerberg.

      É possível eliminar com métodos simples a agenda dominante?
      COM CERTEZA!
      Mas isso só acontece se a macacada tiver qualidade para tal, a receita eu já estou passando tem tempo, e faço tudo que digo para os outros fazerem.
      A guerra está aí, a escolha dos aliados e inimigos é agora, e que sejamos sabios nas escolhas!

      1. A questão do dinheiro em espécie é aquela coisa. É um pedaço de papel com valor facial garantido pelo estado, o mesmo que um a4 com alguma impressão com alguém com poder constituido garantindo que aquilo tem valor de troca. Caindo o que se conhece como “sistema”, cae junto todo o castelo de areia promovido e sustentado pelo estado. O sistema é demasiadamente frágil.

        Pesquisando relatos de sobreviventes em guerra civil, como exemplo o Selco que já citei por aqui, nos primeiros momentos do cenario caótico, o papel moeda ainda tem alguma aceitação, porem, claro, já não se usa a mesma quantidade dese papel para adquirir algo, mas em quantidade BEEEEEM acima do que usualmente aceita-se. No próximo estágio, quando os possuidores de algo entendem que dinheiro em espécie e papel higienico usado tem a mesma serventia, eles já não passam a aceita-lo, adotando a partir daí o escambo.

        Aí entra o que já dissestes aqui sobre HABILIDADES, das
        mais diversas (não confundir com diversidade!), sendo estas mais importantes do que ouro e prata, pois é algo que ninguém pode subtrair do individuo e quanto mais se atendem a necessidades dos indivíduos, mais são valorizadas em negociações. Nesse estágio, o canudo de doutô, os títulos, o gadget, ao contrario do mundo virtual no qual vivemos, não valem nada. Mais vale um cara que sabe extrair um dente, ou que saiba pra que qual planta serve, um ferreiro dos bons, do que um expert em coisas que não existem no mundo real.

        1. Exatamente!
          E mais, ferramentas são a outra moeda de troca definitiva, com ferramentas as negociações estão garantidas desde que vc tenha a arma (ferramenta) para garantir as outras ferrametas em suas MÃOS.
          E daí volto a questão de glamourização de policia, pois são esses cars que armados irão tomar tudo de todos e “administrar” sob as leis que eles armados estabelecerem, e ainda tem idiota que vota em ´polícia e diz que eles precisam de mais poder, sem entender que SÓ NÓS ESTAMOS PRONTOS S TUDO PARA NOS DEFENDER, JÁ POLÍCIAS ESTÃO TAMBÉM DISPOSTOS A TUDO PARA DEFENDER ELES E OS DELES, QUE COM CERTEZA NÃO É O POVO!
          Papo de liberar arma com a autorização do estado não é diferente de sequestrar as armas, mas macacos mitômanos não entendem isso!

          1. Mas isso eles proprios ja assumem. Eles sabem que o preparo deles seria fundamental com a queda do sistema. Caindo o sistema, quem tem os meios de ação se garante no caos.

            O povo acredita piamente que poder é dinheiro, mas dinheiro é FETICHE DE POBRE E CLASSE MÉDIA. O poder se garante é pelas armas, sejam elas metálicas, polímeras, biologicas, eletronicas, magnéticas, alimentícias ou softwares. O poder absoluto aqui na Terra é fazer com que as outras pessoas façam o que se quer, e isso só se impõe com armas. Prova disso é que todo membro da elite possui segurança armado, pq ele sabe muito bem que ele pode ter 1 bi de doletas dentro de casa, mas, sem jagunços (reais ou virtuais), um moleque com uma garruchinha .22 colocaria ele e toda a fortuna de joelhos.

            Essa perseguicao contra as ferramentas, que muitos acham que foi no governo do mula, ledo engano, ela começou lá ainda nos anos 90 com a catalogação que o governo fdp, digo, fhc, fez através do sinarm. Com o que os primatas atenderam ao chamado governamental, no cenario seguinte ficou facil, foi só determinar a devolução delas ao estado, pois já se sabia o que e onde estava.

            E aqui abro um parênteses: o uso do termo devolução por si já é uma puta duma FRAUDE, pois elas não foram dadas pelo estado ao cidadão, mas adquiridas através de dinheiro no mercado, seja ele formal ou informal. Se bem que o mercado informal é 1000% estatal, mas aí já é outra discussão.

            E hoje em dia tem gente que se acha esperta, mas acreditando que o estado liberou para ele comprar alguma coisa pra se defender. Retornando a turma de antanho, seguramente eles vão exigir a “devolução” das ferramentas ao sacrossanto estado.

  4. Pingback: Comunicado oficial do Ministério da Saúde italiano: “Médicos e profissionais da saúde que foram suspensos por não serem vacinados, serão reintegrados” – Karina Michelin

  5. Exatamente, começou no governo do excremento fdp, vulgo imperador mulato prosélito boca mole com falcetadas na voz, o lixo que vomitou no congresso frances: vive lá france!
    E mais, como conheço a capital bastante bem, afirmo mais, foi no governo daquele lixo que fecharam o acesso ao palácio da alvorada que antes, no governo militar era LIBERADo, sequer havia grades, tudo aberto, daí o lixo fhc resolveu fazer cerca, o lulixo aumentou a cerca, mas foi a anta em forma de barrica de chope que o acesso ao alvorada foi fechado, hoje só se passa por aquela estrada se apresentar identidade, o direito de ir e vir foi cerceado e ficou assim, ou seja, a cada direito perdido, não existe volta salvo em guerra.
    O mesmo aconteceu com as armas, a cambada néscia não percebe que se o inimigo sabe exatamente qual armamento vc dispõe, ele saberá obliterar essas armas no estalo de dedo, ao passo que se não souber será obrigado a pensar duas vezes antes de atacar!
    E claro, como vc lembrou, se os cabras sabem onde está sua arma, que eles exigem que vc guarde em um cofre enquanto esses lixos portam suas armas na cintura, em porte velado etc. é sinal que a arma não é sua, é uma consessão do estado!
    Ou seja, além de sustentar esses lixos que consomem só de folha de pagamento 95% de todos os impostos e tributos arrecadados estamos comprando armas para eles que irão tomar quando bem entenderem, afinal os CACs são pessoas ordeiras e de bem, enquanto agentes do estado são criminosos legitimados pela organização criminosa que estabelce leis, a fossa imunda estado!
    Essa cambada lixo só vai acordar com botinada na cara, e em minha opinião que as botinadas aleijem esses lixos.
    Aqui mesmo no site da Karina, não falta manifestos que acreditam em papai noel e estado!
    Não tem jeito, o QI medio baixou demais, agora essa macacada não passa de cachorros que andam de duas patas e abanam o rabo para dizer que tá disponível para uma emrabada!
    Sem matança acabou o jogo, é lixiviação dos lixos ou morte!

  6. Aquela fala do vendedor (a preço de banana) da CVRD e comprador da reeleição é insuportável por demais. Aquela voz levemente aveadada tipicamente uspiana, se bem que de umas décadas pra cá já se disseminou e virou a regra em todas.

    Já que tocou no assunto CAC/SIGMA, esse não passa, na visao sempre citada pelo Cesar Melo, deputado eleito pela pauta armamentista no Paraná, de mero pagador de DARF. E nesse meio CAC o que tem de boçal de primeira viagem que idolatra puliça não é brincadeira! Afinal, “puliça gosta de arma como a gente CAC”.

    A burocracia para ser e manter um CR do EB é tamanha, que dizer que são pessoas ordeiras e de bem ainda é eufemismo. Sabemos que há muitos infiltrados repassando insumos para o submundo, mas a grande maioria está muito, mas muito acima da média nacional em termos de conduta ilibada.

    O controle é tanto que até a quantidade de munições e insumos, máquinas e acessórios são rigidamente contabilizados e fiscalizados frequentemente. Isso sem contar na dificuldade para adquirir a arma em si. Conheço relatos de gente que está há 2 anos com um processo de CAC em andamento, que, quando finalmente sair, enfrentará mais uns 7 a 8 meses para poder finalmente comprar a sua arma. Tudo isso custa DINHEIRO, mas muito DINHEIRO. Mais uma vez, aquele que financia a estrutura estatal que burocratiza e inviabaliza o seu acesso ã defesa, bem como ao esporte, caça e colecionismo, é o povo, e esse, ainda que consiga cumprir a TODAS as exigências (que não sao poucas), é excluído do processo na parte financeira.
    E tem mais. Muitos acham que o desarmamento virá na forma de recolhimento de cada casa. Com a internet das coisas, em caso de dificuldade operacional, bloqueando o CPF do primata ele tá fudido e acaba tendo que se render. E bloqueando o acesso a munição e insumos, uma glock, uma sig, sem ter o que “cuspir”, teria o mesma função de um peso de porta, martelo, ou, se imbel, serviria como uma ótima marreta!

    Povão acha que desarmamento é somente TOMAR a arma do povo, mas não enxerga que a burocracia e os seus custos astronômicos são o verdadeiro desarmamento.

    1. Digo mais, o real desarmamento é a imbecilização sistêmica perpetrada pela mérdia a mando do estado!
      Na hora que funcionário público comete qualquer crime ou atende mal o povo, ele tem que ser EXECUTADO, aliás, todo juiz que cometa qualquer INFRAÇÃO TEM QUE SER EXECUTADO! Afinal não há sentido em deixar julgando um lixo que cometa qualquer irregularidade!
      O estado brazuca é criminal sob todos os aspectos. Achar que esses lixos vão deixar povo armado para enfiar bala na cara deles eles não irão permitir nunca!
      Mas lembro um detalhe, os CACs, os chupa bola de puliça serão os barnabés da sociedade policialesca, pois os puliça entenderão que eles são amigos, aliados, etc.
      O imposto sobre armas aqui é “só” o mesmo valor da arma + 50%
      E se for ver em todas as manifestações pro intervenção os lixos CACs ameaçaram mulheres, senhoras e desarmados!
      Será que ninguém percebe que essa cambada tem tanto carater quanto puliça, ou seja, para os meus tudo, e para os outros, o dura lex sed lex!!!
      Sem guerra, com Jair ou sem Jair, já era!
      Arma tem que ser bem de consumo primário para qualquer cidadão poder adquirir e sem pedir para lixos!
      Só assim a coisa vai funcionar, de outra forma vai continuar como está, lixos FP mamando nas tetas do povo sobretudo depois de aposentados.
      Será que o povo não sabe que FP aposenta com o valor integral dos tempos de serviço e mais acréscimos regaliosos para o aposentar?
      E aínda tem estúpido achando que o estado presta sob qualquer ótica????
      Minha torcida é nibiru na cabeça.
      Não existe solução sem genocidamento!!!

  7. Claro! E sempre defendo, inclusive isso gera revolta e ciumeira no meio, que NEM DEVERIAM SER PROMOVIDAS CASTAS NO MUNDO DO TIRO, ou seja, CAC até poderia existir, mas isso nunca deveria ser condição sine qua non para que o que convencionaram chamar de “cidadão comum” tenha acesso a determinados calibres. O CAC deveria ser optativo, NUNCA OBRIGATÓRIO. Quem conhece os trâmites sabe muito bem.

    Aqui abro outro parênteses. A propria terminologia “cidadão comum” já é um descalabro, é uma baita discriminação e preconceito com o pagador de impostos. Logo, se uma casta é denominada como comum, a outra é o que, caras pálidas? Cidadão especial? Extra terrestre? Ou, como bem disse Orwell, todos os animais são iguais, mas alguns são mais iguais que os outros!

    Agora, se o prezado me permite uma correcao, dependendo da UF, o imposto sobre uma arma, isso na nota fiscal, chega na faixa dos 60%, e munição passa dos 65%. E, como a qualidade nacional é deveras questionável 24 horas por dia e 7 dias da semana (24/7), que o leitor use de discernimento, quem preferir uma importada de qualidade precisa pagar mais uns 200% em cima do preço da nacional. Tudo, claro, para valorizar a indústria nacional!

    No tempo dos meus avós arma era como se compra hoje uma chave de fenda, uma furadeira, uma enxada. E nem por isso era nenhum bang bang. Aliás, essé papinho de bang bang e faroeste é dramaturgia fantasiada de roliúdi, mise an scene fdp de circo de quinta categoria para denegrir a pauta armamentista. E, com isso, roliúdi vai pouco a pouco inserindo o povo na cultura do gang bang.

    1. Pelo jeito o imposto sobre armas reduziu pesado, era de 150% até um tempo atrás! Para munição era o mesmo com limitação de 50 por ano!
      Mas se juntar toda a papelada, todo imposto/taxa/tributo em cascata e tempo para se adquirir armas, esses valores chegam até mais alto, pois imposto é em cascata nessa fossa brasilis (entender sempre como o estado brasileiro e NUNCA como a nação Brasileira)!
      Só para ver o grau de criminalidade estatal vou contar uma das bikes.
      O lixo gazela saltitante junto com o lixo suspeito estuprador pedófilo omar azis (que teve os 3 irmãos e a esposa presos por roubalheira e ele ficou livre porque tem direito a foro privilegiado), fizeram lobbie para arrombar o imposto em cima de bikes importadas para favorecer os lixos empresários da zona franca que fazem bicicletas mais desqualificadas que o mais rupestre dos celeripes (nome da primeira bicicleta que vem de pés rápidos, celeres, pois não havia pedais), e aí, hoje qualquer bike boa gringa sai por no mínimo uns 15 mil!
      A Brompton, a mini dobrável mais bem bolada fica por uns 18 mil aqui sendo que é uma bike simples, de 16 pol de roda.
      Se pegar uma montague aí a coisa degringola, pois é a dobrável de aro 26 mais sensacional e fica simplesmente impossível importar, pois vai sair preço de moto importada de média cilindrada!
      Ou seja, uma bike boa custa mais que moto e carro de segunda!!!
      A mesma agenda dos anos 90 de carroças automobilisticas que até hoje perdura!
      Com relação a armas é mais complicado pois polímero não é material de arma, isso é papo de glockeiro!
      Daí, hoje vemos armas que são vendidas para terem tempo de vida CURTO, demonstrando que existe uma agenda de sarmamento a longo praso bem sinistra!
      É como vc disse, imbel serve até de martelo! Já uma milleniun ou outra taurus polimérica não dura 1000 tiros de boa!
      Arma tem que ser de metal, aço em suas peças de alto impacto, titánio nas de alta abrasividade e até alumínio nas partes que não serão submetidas! Arma nesses moldes é para sempre, a lá isqueiro zippo e pocket tools victorinox e as leatherman feitas nos EUA!
      As culturas de sair atirando só existe porque existem poucos armados, se todos forem armados não tem engraçado metido a dar tiro, se fizer e errar vai morrer peneirado!
      Ademais, se povo é armado qual a autoridade que o estado tem sobre o cidadão?
      A lógica estatal sempre foi ser sustentado pelo povo e a única forma disso ser possível é com sequestro de armas.
      Em tempos antanhos TODOS eram armados até porque para os reis era importantíssimo suditos armados, pois assim a cidade estado estava segura, já com monarcas sem qualidade, o negócio foi submeter o povo para inchar o estado, e aí surgiram as possibilidades de revoluções judaicas.
      Ademais, todos temos mãos e e pernas mas nem por isso saimos distribuindo soco e chute para todo lado.
      Mais uma mostra que os que puxam arma e atiram, atiram porque são covardes e sabem que a chance de alguém estar em igual condição a eles é mínima.
      Vale ler um estudo que foi feito em cima de bonnie e clide sobre a broxidão e armas, mostrando uma correlação concreta entre armas (símbolos fálicos, vide as balas deflorantes) e impotencia.
      Quanto maior apego a arma o infeliz tem mais broxa ele é, menos potente no que deveria ser o bosta é.
      Arma é ferramenta, e no que ela entra no perfil fetichista, pode apostar, está diante de um broxa, um lixo que dá uma, um ejaculador precoce ou um clamante de estupro de óvulo esteril.
      E se observar a dinâmica de polícias em dias de folga se percebe que essa correlação é real, vide puliças que matam companheiras por se sentirem corno mesmo ainda não sendo!
      Arma tem que ser de qualquer calibre e na mão de todos, mas acredito que deve haver uma regra em questão de porte, porte de arma de assalto é complicado, pois um fuzil ar15 ak47 são balas muito rápidas e perfurantes, e atravessam fácil va´rios corpos, logo NÃO SERVE PARA DEFESA PESSOAL EM MULTIDÕES, mas serve para defesa patrimonial, quando entrincheirados podemos abrir caminho em meio aos sitiantes!
      Balas perfurantes são complicadas para defesa em cidades, entendo mais pertinente balas de impacto, pois afastam a agressão sobretudo com mulheres que tem menor porte, e se for para matar vai matar do mesmo jeito, enquanto uma perfurante pode pegar o lixo e as pessoas que passam atrás ou adjacencias (projeteis desviam em tecido duro).
      Mas são meras questões tecnicas que podem facilmente serem ajustadas sem violação dos direitos de defesa de todos.
      Mas que uma população submetida a catequese hollywoodiana já está propensa a puxar a atirar é fato, mas sociedade doente para curar precisa passar pela crise aguda!
      E entendendo que o bangbang vem logo antes do gangbang, fica mais claro ainda a questão da correlação de armas e sexualidade doente!
      Acredito que se fossem fazer uma pesquisa haveria uma correlação DIRETA entre tomadores de viagra e aficionados por armas!
      Essa questão do CAC é cínica, é só para agradar trouxa, não como defunto, nunca comi, evidentemente para mim dizer que reivindico arma para caça é demente e surreal, eu preciso de arma porque o estado tem e o único inimigo que tenho É o estado, o resto é só escória resultante do estado!
      Entre atirar com um rifle, um revolver a um arco e flecha, um estilingue, uma besta e uma PCP eu fico com as últimas, fazem menos barulho, são mais “orgânicas” nas respostas, ao passo que arma de fogo é absurdamente barulhenta e agressiva, eliminando a sutileza zen da arte do tiro ao alvo. Mas isso é minha opinião pessoal!
      Eu aprecio aquele lance de se tornar o próprio arco e flecha na hora do tiro, a respiração equilibrada, o controle do ser…
      Tudo isso é fantástico, mas no que tomamos aquele sopapo nos ouvidos chega desanima! Por isso prefiro armas de menor sonoridade. Mas se colocar um supressor prefiro a usar um abafador!
      Me lembro quando Rudolf Giulliani foi prefeito de NY, o bronks era o inferno, mas o cara propagou a política não exatamanete armamentista, mas armada, e resolveu, pois o povo entendeu que arma não é só para filmes de bang bang.Mas se for pelo gosto e beleza, eu fico com a tomcat 32 acp e a walter ppk 9mm, aí tem até a homenagem ao nome ppk! 😀
      São armas anêmicas mas servem para defesa pessoal e vão muito bem em porte velado! E ambas são de aço e a tomcat é simplicidade maior até que revolver!!!

  8. E por falar em correlação entre síndrome do pinto impotente e glock, aí entra a cultura punheteira da 12 gauge que é propagandeada como a solução!

    Clube de tiro hoje virou clube do bolinha, pra não dizer até clube das bolinhas! E nesse contexto entra a glock, que deveria lancar uma serie especifica para o brasil da G24 full size, e nem precisa dizer qual cor! Os mais xucros afirmam que “arma é como pênis, não se fica mostrando para os outros assim”. E não estão errados!

    Qualquer conversa de uso defensivo por civis do 556, e sobretudo o 762, em ambientes urbanos, é loucura. O risco do efeito colateral conforme você citou é enorme. Ali se trata de alcance de 300, 500 metros, e com bastante efetividade. E zona rural pode ser bem útil, mas aí se esbarra na legislação do que se põe como permitido e restrito, e esses 2 aí se enquadram no segundo perfil. E aí entra a carabina no 9 ou no 40 (que é uma gambiarra do 10) que são ótimas opções inclusive em cenários urbanos.

    E aí bem citado o supressor, vulgo silenciador. Mais um folclore criado por roliúdi. O que deveria ser visto como um EPC do tiro, para proteção do atirador, acabou sendo rotulado com ajuda dos filmes como uma ferramenta de alto risco! E no btasil essa idéia foi abraçada e só as tropas da elites e os outlaw podem utilizar.

    Já que citou a 32 ACP, já vi relatos que agentes usavam o 22 short em operações onde não queriam chamar a atenção, em plataforma pocket gun. E ate relatos com o 25 acp, onde o agente até retirava carga de polvora do estojo para diminuir o ruído, claro, com uso bem próximo do alvo.

    E digo surpreso que é raríssimo hoje em dia a gente ver alguém que tenha essa cultura desses calibres que caíram em desuso ha anos. Isso confirma a tese de vários especialistas que não existe o melhor, mas tudo depende da filosofia de uso. Pelo que já entendi, me corrijá se estiver enganado, mas vejo que és, ou dia ja fostes, do metiê.

    1. É pior!
      O alcance útil desses fuzis é de 600, 500 metros, mas o alcance EFETIVO póde chegar a mais de 2 kms!! Ou seja, depois de fazer estrago pela mirada, vai fazer estrago pelo quase quádruplo da distância até cair inerte no chão ou cravada em algum corpo!
      Calibre pequeno não derruba, não tem stoping power que muito bunda azeda diz que não existe, e existe sim, depende sempre de três fatores, a textura do tecido atingido, o pesoe forma do projétil e a velocidade desse. Tecido duro como osso e cartilagem são empurrados e furados já tecido mole é 95% só de furação. A ponta do projétil diz se é perfurante ou empurradora (o stopingpower), para sem poder de penetração. Já uma bala supersônica a coisa se complica forte, pois vai entrar estraçalhando de qualquer forma gerando danos absurdos nos tecidos e órgãos adjacentes ao impacto, pela velocidade e onda de choque.
      Como fica evidente, isso é uma ciência com variações enormes no bojo de suas proposições e possibilidades. Tem projetil que inclusive explode.
      Nunca gostei de ambiente de clubes de bolinhas, sempre é formado pelos broxões brabões e armados.
      Quem se garante em arma é frouxo, é lixo, é covarde, pois arma só funciona enquanto municiada, já no corpo a corpo a coisa é diferente, vale muito mais fatores e variantes em combate, e minha sugestão é ler o livro dos cinco aneis de Miamoto Musashi, o assunto do cara era combate e tem ótimas regras de posicionamento antes de combate, e não é posição de lutador ou outra coisa, é simplesmente averiguar e conhecer de antemão o campo de batalha, pois os elementos são os aliados do inteligente, enquanto a covardia, a solércia e a traição são armas dos dejetos, mas entendendo a questão do combate, não existe certo ou errado, existe o que morre e o que mata. Como já dizia um nipomestre do karatê carioca: em combate, o segundo lugar está morto.
      Tempos sombrios se evidenciam, mostrando que omens fracos são mais nocivos que o imaginado, e pior, agora iremos entender que omens fracos fazem tempos difíceis, só que nunca gerarão prole forte, daí, podemos afirmar que quando tempos facilitados mesmos que difíceis, fazem com que homens fracos gerem omens, aí, não tem ´papo de tempos difíceis fazem homens fortes, e a espécie acaba!
      Experimento 25 de John B. Calhoun.

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Karina Michelin

Posts relacionados