Pular para o conteúdo

As teorias da conspiração começam a virar realidade: Microchip COVID implantado sob sua pele irá mostrar seu status de vacinação.

Karina Michelin

Karina Michelin

Um vídeo do South China Post se tornou viral na sexta-feira (17) por mostrar a tecnologia de microchip recentemente introduzida pela empresa Epicenter, com sede em Estocolmo. O “diretor de distribuição” da empresa, Hannes Sjoblad, demonstrou como seu produto, do tamanho de um grão de arroz, foi adaptado como um passaporte Covid, implantado sob a pele do braço ou da mão.

O microchip da Epicenter não é uma inovação, pois a empresa já o utiliza há anos – e com seus próprios funcionários. Em 2015, a empresa anunciou que implantou o microchip em mais de 100 de seus funcionários, o que permite abrir portas, operar impressoras ou comprar smoothies com um aceno de mão.

O chip é implantado com uma simples seringa, quando ativado por um leitor a alguns centímetros de distância, uma pequena quantidade de dados flui entre os dois dispositivos por meio de ondas eletromagnéticas.

O implante pode ser lido por qualquer dispositivo usando o protocolo de comunicação de campo próximo (NFC) – tecnologia usada para pagamentos com cartões  e sistemas de entrada sem chave.

Sjoblad disse que a empresa desenvolveu a tecnologia para outros fins, mas rapidamente percebeu que ela tinha potencial para ser usada como uma espécie de passaporte da Covid, armazenando dados sobre o status da vacina que podem ser lidos por qualquer dispositivo usando o protocolo de comunicação de campo próximo (NFC). “Os implantes são uma tecnologia muito versátil que pode ser usada para muitas coisas diferentes”, disse ele, acrescentando: “No momento, é muito conveniente ter passaportes Covid sempre acessíveis em seu implante”.

Em 18 de outubro de 2019, em Nova York, a Fundação Bill e Melinda Gates junto ao Fórum Econômico Mundial e Johns Hopkins Center for Health Security sediou o Evento 201, um exercício de pandemia de nível global. O exercício ilustrou áreas onde as parcerias público/ privadas seriam necessárias durante a resposta a uma pandemia severa, a fim de diminuir as consequências econômicas e sociais em grande escala.

Em 11 de março de 2020, a Organização Mundial da Saúde (OMS) declarou a COVID-19, doença causada pelo SARS-CoV-2, uma pandemia.

A partir de então, o vírus tomou conta do mundo – fechando negócios e forçando as pessoas a se isolarem em suas casas por meses, mudando toda a politica interna de saúde e segurança, inserindo um protocolo único para o combate ao vírus, sem levar em consideração a realidade de cada país.

Bill Gates durante uma entrevista a Jeremy Hunt ( membro do parlamento do Reino Unido) no dia 4 de novembro, falou sobre a operação “jogos germinativos” o que faz com que a sociedade viva em batalha contra vírus e bactérias – Gates foi claro em dizer que as vacinas serão desenvolvidas em forma de adesivos ou outras tecnologias mais avançadas.

O fato é que mesmo com as vacinações em massa o vírus continua se espalhando e se transformando em novas variantes que estão cada vez mais difíceis de serem bloqueadas.

O mundo de agora em diante passará a viver a base de vacinas (GRANDE PROJETO DE BILL E MELINDA GATES PARA A GAVI), e as informações sobre o status da vacina que hoje são fornecidas em papel ou formato digital, conhecido como passaporte de vacinação poderá se tornar um microchip aplicado diretamente sob a pele, no braço ou entre o polegar e o indicador.

Embora os passaportes de microchip ainda não estejam prontos para o mercado, é de se presumir que eles serão implantados.

O presente está se transformando no futuro e isso é só o começo. Infelizmente, não vivemos no presente Eterno, mas em uma dimensão onde o espaço ainda está ao lado do tempo. Logo, o que em vários casos foi saudado a princípio como uma excelente descoberta científica, para benefício do homem, depois de alguns anos, revelou-se fatal para o mesmo.

Gostou do conteúdo? Compartilhe:

8 comentários em “As teorias da conspiração começam a virar realidade: Microchip COVID implantado sob sua pele irá mostrar seu status de vacinação.”

  1. Os filmes que víamos, de realidades onde governos tirânicos subjugavam as pessoas, agora são reais. Os filmes eram apenas um roteiro do que esses filhos do Cão iriam fazer.

    1. Com certeza. Eu li um livro esses tempos, de ficçao chamado ” De volta ao Planeta Terra”, de Ivan Spinardi, e pasmem, estamos i praticamente vivendo a estória desse livro.

  2. E faz que a todos, pequenos e grandes, ricos e pobres, livres e servos, lhes seja posto um sinal na sua mão direita, ou nas suas testas,
    Para que ninguém possa comprar ou vender, senão aquele que tiver o sinal, ou o nome da besta, ou o número do seu nome.

    Apocalipse 13:16,17

  3. Com certeza. Eu li um livro esses tempos de ficçao chamado ” De volta ao Planeta Terra”, de Ivan Spinardi, e pasmem, estamos praticamente vivendo a estória desse livro, até o chip colocado nas pessoas, igual o que querem fazer conosco. Me indicaram,comprei pelo Amazon, custa menos de 30 reais.Estamos vivendo um conto de ficção, e o povo aceita, como assim ???

  4. Se a massa não acordar logo será tarde para reclamar, só que Deus vai intervir, começo do apocalipse está ai, só não está vendo quem não quer, está tudo escrito na Biblia é só ler

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *