Será mesmo que podemos chamar o momento atual de PANDEMIA?

Karina Michelin

Karina Michelin

Pandēmía em grego significa “o povo inteiro” 

É uma palavra que representa e envolve TODO O POVO, então vamos analisar se realmente estamos vivendo uma Pandemia. 

Pelos números oficiais da Organização Mundial da saúde até o dia de hoje, 03 de outubro de 2021, temos: 


-> 233.503.524 casos confirmados no mundo 

-> 4.777.503 mortos 

dados site oficial OMS

Através destes números chegamos a conclusão que 2% dos casos confirmados no mundo, vieram a óbito. 

Se considerarmos  4.777.503 de mortes em uma população mundial de 7 bilhões de pessoas, estamos falando de uma “Pandemia” que matou até agora 0,06% da população. 

Ou seja, 98% das pessoas sobreviveram a esta “Pandemia” sem mesmo ficarem doentes.

Nenhuma Pandemia durou 2 anos intensos, cerceando nossas liberdades individuais e condenando toda a população mundial. Essa mentira institucional só está servindo para impor o soro milagroso, para um vírus que tem 0,006% de letalidade. 

Enquanto isso, 1 pessoa morre a cada 6 SEGUNDOS no mundo pelo cigarro. Enquanto você está lendo este texto morreram  pelo menos, 15 pessoas. 

Dados em tempo real Worldonmeter

Incrível não é mesmo? 

Mas a pandemia do fumo, e de tantas outras doenças letais ninguém quer decretar. 

Impossível não fazer uma analogia com o passado e suas evidências. Não se pode olvidar que durante o século XIV a água já era contaminada, mas somente quando interessou culpar os judeus pela contaminação dos poços de água é que as pessoas começaram a se preocupar com a questão. Em outras palavras: queriam perseguir os judeus e os escolheram como os culpados e criaram o fantasma da morte por contaminação da água (o que sempre existiu) para incriminar aqueles que seriam os “perseguidos da vez”.5

(trecho retirado da setença do Desembargador Paulo Rangel, contra o passaporte sanitário)

Vivemos uma psicose em massa perigosa, estamos circundados de falsas narrativas e falsos líderes, que continuam a alimentar a tirania e escravizar o seu povo pela falsa promessa que tudo o que eles fazem, é para o nosso bem. 

 O pior disso tudo, é ver que muitos estão aceitando a ser alimentados, cuidados e tratados como animais no zoológico.  

Como dizia Albert Camus: 

“ O bem-estar da humanidade é sempre um álibi dos tiranos.” —

Gostou do conteúdo? Compartilhe:

Compartilhar no facebook
Compartilhar no telegram
Compartilhar no twitter
Compartilhar no whatsapp
Compartilhar no email

6 comentários em “Será mesmo que podemos chamar o momento atual de PANDEMIA?”

    1. Censuraram pq a narrativa é verdadeira. Me bloquearam no Instagram, não consigo postar e nem visualizar, muito menos sair da plataforma…rs… No Facebook, antes de virar modinha eles bloquearem, eu já era censurado, pois, pesquiso há um certo tempo… enfim. O Importante é mantermos o foco e não cedermos um milímetro sequer. Fé em Deus!!!! Forte abço Karina.

  1. Amo seus textos.
    Informação de verdade com dados e estatísticas verídicas.
    E não interpretações e opiniões ditas como verdades absolutas.
    Desde o começo dessa “pandemia” vi a política pós trás, pra mim nunca fez sentido. Até pq pra mim não existe justifica para tirar a liberdade.

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *