Pular para o conteúdo
Pesquisar
Close this search box.

Ex-procuradora da República Deborah Duprat afirma: As crianças não pertencem aos pais, mas ao Estado.

Karina Michelin

Karina Michelin

Alguns setores da esquerda , PT em primis – ligados à movimentos de minorias, dos direitos humanos e de perseguidos da ditadura – defendem o nome da ex-procuradora da República Deborah Duprat para uma das vagas que irá abrir no Supremo Tribunal Federal (STF) em 2023.

Duprat diz claramente nesse debate há 5 anos que as crianças não pertencem mais aos pais biológicos, mas ao estado. Concretamente, o Estado significa: assistentes sociais, o judiciário, os advogados e os psicólogos: todos aqueles que entram no jogo de tirar os filhos dos pais, para os confiar a quem quiserem “confirmado pela comunidade”. Com a agenda progressista neste caso o privilégio absoluto será dos casais homossexuais.

Aqui está a nova moral, o último passo da revolução antropológica. Seremos todos filhos de todos e todos seremos pais de todos. Portanto, a figura do pai e da mãe não existirá mais e, portanto, vamos além da guarda dos filhos para casais homossexuais – nas escolas europeias e americanas já foi introduzido o método genitor 1, genitor 2 eliminando a definição de família ( pai e mãe).

Estamos indo muito além das loucuras homossexuais, pedófilas ou bestialistas. A célula na qual se baseia a civilização humana está sendo “materialmente” destruída, graças a agenda progressista. A Revolução Gnóstica e igualitária caminha para suas consequências mais extremas: é hora de percebermos isso, abrindo os olhos da mente e do coração para a realidade como ela é.

O governo de Lula traz em seu DNA a destruição dos valores, para esse regime o estado deve ser o mestre de nossos filhos – doutrinando-os, assim como ter o possesso de nossos corpos e de nossas vidas. E o Estado pode fazer isso porque nos tornamos, ao longo dos séculos, crescendo desde a Segunda Guerra Mundial até hoje, escravizados pelo trabalho para sobreviver (para os menos abastados) ou pelo mito da carreira, ou do futebol, da TV, da internet, da moda, de toda a imensa parafernália usada para entorpecer as mentes humanas e nos tornar cada vez mais mônadas. E escravos, desarmados – em todos os sentidos.

Neste momento atual torna-se inútil confiar em partidos políticos, quase todos eles estão do lado do inimigo. Aqueles que não estão, não fazem nada, ou muito pouco do que deveria ser feito, a respeito. No máximo, existem alguns poucos bons políticos comprometidos pessoalmente com seus ideais e valores intocáveis: mas contam-se nos dedos (no sentido literal e matemático do conceito) e certamente esses poucos não podem mudar as coisas sozinhos.

O Estado faz o que quer: tira as crianças, doutrina todas elas nas escolas, impõe inoculações  em massa sem sentido, mata doentes, impõe identidade de gênero nas escolas, aprisiona quem entende do processo que esta em andamento e sobretudo condena aquele que se opor. Tudo isso enquanto somos invadidos por milhões de imigrantes e “sem tetos”, aos quais um dia – tenha certeza – ele dará as nossas casas. Com todo o apoio das estruturas políticas e sociais, clero in primis.

Mais do que nunca precisamos de muros e precisamos explodir pontes. Podemos fazer isso parando de sonhar com forças políticas que nos protegem, essa política ” democrata progressista” instalada em nossa sociedade só serve para reeducar as mentes de nossos filhos para a subversão.

Devemos nos unir e reagir, por nós mesmos.

Precisamos de uma reação em massa. Devemos superar as divisões, os rancores, as desconfianças, a boa índole vulgar e idiota, o “esnobismo” suicida e o moderatismo cúmplice: uma união de forças em defesa da vida humana – das crianças, da civilização e de todos nós. Está na hora!

Gostou do conteúdo? Compartilhe:

14 comentários em “Ex-procuradora da República Deborah Duprat afirma: As crianças não pertencem aos pais, mas ao Estado.”

  1. É exatamente isso o que acontece quando damos poderes ao Ser humano,ele se torna tirano,incensivel ,corrupto.Por isso precisamos expurgar esses elementos como essa procuradora da vida publica.É urgente acabar com a reeleição e com cargo vitalicio de juiz

    Esses elementos quando tem o poder nas mãos se tornam criminosos,como a historia ja demonstrou

    Tanto politico como juiz tem que ficar sómente 4 anos em seus respectivos mandatos depois sair e nunca mais voltar,se quiserem se aposentar terão que pagar INSS.Caso um politico mantenha contato com juiz ambos terão que ser exonerados e multados em todos os proventos recebidos até o fato.Juiz não pode ser indicado por presidente da republica mas sim concursado

    Não existe um só politico e juiz que preste pois se existisse eles mesmos estariam promovendo a troca e aceitando sua respectiva perde de popder,transmitindo sempre o cargo para pessoas novas e sempre em mudança,sómente assim a sociedade se preparara

    1. Caro Gilberto, vc às vezes acerta o bola mas às vezes manda ela fora sem pudor…
      De onde vc tirou que o problema são poderes delegados?
      O problema são exatamente os desdelegados, ou seja, os lixos que aceitam que os outros tenham mais poderes que eles!
      Os outros só podem ter poder caso nós não tenhamos!
      Se nós temos nosso poder, que tipo de poder os outros teriam sobre nós?
      Percebe que vc esta delegando sua responsabilidade para os outros?
      E o pior, está delegando as consequencias da irresponsabilidade coletiva para os que se apropriaram do poder!
      PÔ quem entregou o poder é o lixo, e não o que solapou o poder porque estava lá de bobeira porque todos queriam se livrar desse poder cheio de responsabilidade!
      Isso é dizer que sua bunda é responsabilidade não sua, mas dos outros!
      ————————
      Não existe formas de resolver o caos com atitudes paliativas como as que vc cita, isso só faz uma sociedade doente ter mais panaceias remediantes em vez de deixar de ser doente.
      NINGUÉM precisa de juiz ou político, mas para isso todos terão que assumir suas responsabilidades!
      Quais são elas?
      A autarquia sobretudo, e o entendimento que justiça se faz com as mãos, pois só nós temos a medida de nossa injúria, na hora que aceitamos que os outros deem a medida de nossa dor, nossa indignação e nosso sofrimento é sinal que já não mais prestamos! E aí, a sociedade vira esse lixo i-mundo!
      ———————–
      Já pensou em em vez de querer ser politicamente correto, querer ser o debelador do mal?
      O debelador do mal retira o mal de sua esfera eliminando a legitimidade do estado e atacando tudo o que é “politicamente correto” pois sabe que políticos são o crime raiz!!
      O povo tá nessa merda porque depósitou nas costas do Bolsonaro a solução, e agora que o Professor Bolsonaro deixou a macacada para fazer a prova final sem consultas, a macacada está padecendo, mas incrivelmente está aprendendo muito rápido, não em esfera epistemológica mas em esfera política!
      De qualquer forma estou admirado com a mobilização popular inclusive tocando para fora os lixos infiltrados invocadores do estado para resolver a cagada criada pelo estado!
      Fica na frente dos quarteis Gilberto, lá creio que não terá tempo para perder com tolices sem noção, como por exemplo, querer criar leis normativas para quem deveria ser fuzilado!

        1. Sempre sonhei em ser o professor grosseirão! 😀
          Tive um professor que era da pá virada, já entrava na sala, olhava pra mim e dizia, sai, sai, sai logo, pois hoje tô puto e se vc ficar de gracinha vai tomar suspensão, eu saia, a macacada gargahando e ele desandava a colocar mais uns cinco pra fora dizendo vão rir lá com ele! 😀
          O phoda é que a gente aprendia que era uma maravilha! 😀
          Não preciso dizer que são professores assim que me inspiram!

      1. Aí você tocou numa tese interessante. Os próprios plebeus imploram pelo algoz! Alguns inconscientemente, outros de forma deliberada.

        Se fizermos uma pesquisa rápida na rua perguntando a percepção das pessoas acerca de políticos e funcionários públicos, com certeza a grande maioria terá uma opiniao pejorativa, mas, mais algumas perguntas e veremos que esses mesmos revoltadinhos se enquadram no que o livro do Bruno Garschagem busca explicar: “Por que as pessoas odeiam os políticos mas amam o estado?”.

        Isto posto, não devemos nos surpreender tanto assim com a proposta dessa outra aí, pois estivéssemos em tempos e meio sadios, lúcidos, tal idéia de sequestro infantil sequer seria ventilada, e se alguem se atravesse a tal sandice já seria logo escorraçado. Porém, diante do cenario atual, tal idéia se faz não só palatavel para muitos, como necessária.

        Quem não se lembra na fraudemia as creches fechadas e muitas mães enlouquecidas? Quem implora pra deixar seus filhos numa instituição estatal (algumas deixam para trabalhar e manter a casa e outras porque querem ficar na rua à toa mesmo), se possível o dia inteiro e até final de semana, ficaria contra essa proposta apresentada no texto? Inclusive a agenda que visa tirar as mulheres do cuidar da família e se dedicar a patrões (o que querem emplacar como liberdade) só se sustenta se: 1- as mulheres começarem a entender que constituir família é prejudicial à vida financeira delas é devem retardar ao máximo a idéia de família ou sequer pensar nisso; 2- mesmo que constituam família, que haja onde/quem deixar a sua prole para que seja moldada aos preceitos estatais e nunca sob valores de quem pariu.
        É aquele papo do bonus/ônus. Depois do bônus sexual, vem o ônus da responsabilidade, que inclusive é essencial para que o ser humano se sinta como tal. Repassando-os para uma instituição sem rosto e coração, o que acha que poderá acontecer?

        1. Indiscutivelmente é por aí, digo mais, a maioria das mães querem entregar os filhotes.
          Teve uma vez que ouvindo uma discussão entre dois moleques de uns 5 anos, um dels disse: se vc me machucar vai ter que PAGAR outro filho para minha mãe!
          Ou seja, filhote é salário por 18 anos agrantido e sem chance de demissão!
          Qual mulher sadia que fez o filhote nos embalos de sábado a noite mnão iria adorar deixar de tomar esporro da mãe quando entrega o filhote para sair livre, leve e solta?
          Eu entendo que a mais acertada solução para a degeneração criacional é uma do Muamar Al Gadaf, que pagava salário mulher para mulheres se garantirem sem depender de uma espécie de prostituição institucionalizada, ademais depois de parir, de forma que mulheres podem se dedicar integralmente à educação da prole!
          Mas é evidente que imundícies merdiáticas terão que ser suprimidas e mulheres terão que ser reeducadas, e por isso desejo tanto a monarquia!
          Entendo que uma imperadora seria o nortear da mulherada.
          Uma vez vi uma entrevista de uma princesa brazuca e a dona deu uma aula de conduta, disciplina, método, algo que seria o antidoto do efeito acumulado de xuxa, carla perez e outras culminando na apoteótica anita e seu toba tatuado!
          Não adianta querer resolver Brasil se não resolvermos a sociedade, enquanto valete não conseguir ver sua mulher, sua filha, sua mãe nas outras mulheres, não estará pronto para respeitar mulheres, e são dejetos assim que garantem mulheres degeneradas!
          Hoje em dia eu aprovo aborto e não por gostar de tal ideia, mas porque sei que a imensa maioria dos que nascem são lixos raiz!
          Entre nascer lixos e custarem muito caro para a sociedade é melhor que uma só mulher se arrebente por falta de respeito ao próprio corpo e futuro! Aborto destrói mulheres e hoje em dia a mulherada aborta de atacado!
          Mas é aquilo que friso sempre, os lixos dominantes garantem a degeneração via mérdia para que no fim, no caos, a macacada já videotizada clame pela solução alheia, e aí, caimos no clássico, ação, reação, solução!
          Não por acaso estamos iniciando a guerra que deverá ser a mais esganiçada de todos os tempos, e não será só aqui, será no mundo inteiro e sistêmica, conjuntural!
          O bonus sexual é relativo, é sabido que sexo para a mulherada clama por uma qualidade que 95% dos homens não conseguem proporcionar, pois exige cérebro e sensibilidade, e macacada que lambe espelho e passa caca no corpo chamando de perfume para esconder o fedor não tem essa qualidade!
          A mulherada não se toca que nesse jogo de ser sementeira de homem ou de omem ela só se phode!!!
          E aí, quer mais é se livrar do fardo!
          Mulher que faz filho com quem entende fora de série não aborta, mulher só aborta aquilo que entende que não presta!
          O mesmo se aplica a adoções!!
          Filhote que só serve de status reprodutivo vira lixo muito rápido e isso vem acontecendo sem parar!
          E de novo caimos nas tais vaticinas como redutores de população de imbecis!

      1. Observe que, os que apoiam esta demente são semelhantes, rejeitados… Faça o seguinte, tenha CORAGEM de expor esta sandice em praça pública… Depois volte(duvido viva) e comente o resultado…

        1. De forma alguma caro Guimarães, quem apoia essa lixeira é DEGENERADO, só o degenerado busca a desintegração da família, só degenerada entende que seus filhotes são encargos de outrem!
          Com relação à crença que tal manifestação pró agenda de filhotes estatais é abominada não condiz com a realidade, filhote hoje é status, meio de vida, recursos financeiros e não descendencia!
          Desde que mulheres aceitaram submeter suas vaginas a agenda play groud de lixos só nasce merda e merda nascida ninguém quer, e aí, nada mais salutar que entregar ao estado, pois merda será sempre bem educada pela merda maior, o ESTADO!
          jÁ NOTOU QUE notou que todo funcionário público pensa assim? Tanto é fato que eles se travestem de filhotes de todos, parasitam todos e entendem que os desejos deles é direito e o direito alheio é abuso!
          Essa pilantra é ipsis literis a encarnação filosófica da proposta estatal!!!!
          ——————————
          Raciocine fora da caixa, o que levou a humanidade a estar a beira de extinção é o “raciocínio” compartimentado!

  2. Cara Karina, essa lixeira existencial travestida de algo que tenta prestar só corrobora com tudo o que afirmo!
    Vamos lá: afirmo peremptoriamente que funcionário público são nocivos e ela dá aula no assunto, afirmo que são parasitas, e ela é tão raiz na parasitagem que espera que seus filhotes parasitem o povo com a mesma maestria que ela!
    Afirmo mais, afirmo que O ESTADO É UMA ORGANIZAÇÃO CRIMINOSA!
    E essa afirmativa é o alicerce estatal!
    Quando essa lixeira defecou isso pela boca eu só observei que havia algo de muito imundo no ecoar das ideias desse lixo de saias!
    SE essa messalina (tô elogiando) fosse ignorada seria só mais uma vagaba dotada de escarradeira no lugar da vagina, mas não, a mérdia, a porca e imunda merdia fez questão de dar espaço e eco para esse rebotalho existencial que tinha que ter sido laqueada na menarca!
    Essa lixera sequer tem setup de mãe!!!
    PÔ, toda mãe sadia quer criar seu filhote, já essa traveca vaginada entende que isso não é função de mães mas sim do estado!
    Pergunto: que tipo de lixo dá voz e eco para esse troço?
    Percebe-se na resposta óbvia que a sociedade já está degenerada tem muito, pois haver espaço para esse discurso é sinal de que o povo já está sequestrado pelo estado!
    Mas lembro que a agenda dos demônios é simples, degenerar para desintegrar e aí oferecer a solução: primeiro se garante sexo desseletivo, depois se garante os já desseletivados a plena potencia com o uso de alcool e drogas, garantindo assim o ocaso social, daí é só sugerir que o estado é o capaz para criar, afinal a macacada já aceitou que quem educa é o estado via escolas!
    E claro mães lixos, aquelas que fizeram filhote de “Ops… gozei dentro” e não queriam ser mães, irão adorar essa proposta!
    É aquela clássica que o David Icke fala o tempo todo: ação, reação, solução!
    Os demônios criam o caos, o povo reage ao caos, e os demoníacos lixos impõe soluções que lhes interessam!
    O estado tem que ser exterminado, ter seus agentes em sua maioria EXECUTADOS, e só assim haverá alguma chance da espécie humana chegar a algum lugar que não seja a cova!
    Por isso insisto com a frente dos quarteis o tempo todo!
    IOnfelizmente o povo não tem qualidade para declarar guerra ao estado, ademais o estado está em peso na frente dos quarteis para sabotar a agenda com cartazes de soluções que invocam o estado para solucionar!
    NÃO EXISTE SOLUÇÃO POLÍTICA OU JURÍDICA, A SOLUÇÃO É MILITAR, pois o estado é uma organização criminosa em busca do desmonte do País, da Nação, do cidadão!

      1. Cara Monica lembro um detalhe curioso, TODOS são proibidos de suicídio!
        Ou seja, o estado entende que cada cidadão é um ATIVO estatal!
        Se for ler sua certidão de nascimento verá que seu nome está em letras maiusculas, pois é dessa forma que se inscreve pessoa jurídica, e como propriedade estatal o estado nomeia todos como ativos em vez de cidadãos!
        Suicídio não consumado só não dá acdeia porque o suicida vai conseguir seu intento!, mas dá clinica psiquiátra onde dopam o infeliz e garantem ele como cargo social forever, pois com isso garante marmanjos pertencentes ao estado de forma explícita!
        É com criança e é com adultos!!!
        Não discutindo do carater lícito do suicídio observo que o direito à própria vida é um direito muito anterior ao estado, e quando esse se arvora a ser dono de nossa vida, é sinal que a coisa já degringolou nas patas venais estatais há muito!!

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Karina Michelin

Posts relacionados